Porto Velho (RO) domingo, 7 de março de 2021
×
Gente de Opinião

Cultura

Trabalhadores da cultura que não receberam auxílio pela Lei Aldir Blanc são convocados a atualizar dados pessoais


Dos 400 artistas beneficiados, poucos não receberam o recurso na data prevista, por conta de pendências, algumas já foram ajustadas e liberadas nos dias 6 e 7 - Gente de Opinião
Dos 400 artistas beneficiados, poucos não receberam o recurso na data prevista, por conta de pendências, algumas já foram ajustadas e liberadas nos dias 6 e 7

Na expectativa de atender o mais rápido possível os profissionais da cultura e arte, o Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) tem efetuado desde dezembro de 2020 as remessas para os contemplados com o auxílio emergencial pela Lei federal Aldir Blanc, em virtude do cenário pandêmico. Porém, devido a algumas pendências de dados identificadas pelo banco, alguns proponentes tiveram o estorno do auxílio e com isso não receberam.

É por essa razão que a Sejucel faz o chamado àqueles que ainda estão com o benefício em aberto, a fim de que confirmem seus dados para as comissões o mais breve possível, para que a efetuação do pagamento seja realizada. O contato deve ser feito através do e-mail da Superintendência: [email protected].

Dos 400 artistas beneficiados, poucos não receberam o recurso na data prevista, por conta das pendências. Algumas  já foram ajustadas e liberadas para pagamento nos dias 6 e 7.

“Já entramos em contato com alguns proponentes, através do e-mail da Superintendência e tivemos retorno. Mas aqueles que ainda necessitam de confirmação dos dados bancários, entre outras informações, podem enviar o e-mail, a fim de darmos celeridade ao pagamento”, observou Camila Lima Ribeiro, coordenadora Administrativa e Financeira da Sejucel.

De acordo com Camila, o propósito do Governo do Estado é dar agilidade para a efetivação do pagamento, mas para isso se faz necessário o ajuste dessas pendências.

A efetuação do pagamento aos beneficiários ocorre por meio de um sistema específico de crédito em conta corrente, o BBPAG. Com isso, os dados cadastrados precisam estar devidamente corretos, a fim de evitar bloqueios. O possível motivo de estorno acontece quando: proponente se inscreveu como pessoa jurídica e apresentou conta corrente de pessoa física; proponente criou conta, mas não ativou; proponente enviou dados bancários errados.

O gerente da agência bancária responsável pelo sistema do pagamento, Ronnie Leal Gomes explica que o banco concilia os dados cadastrados na conta com as informações apresentadas nos projetos. Quando as documentações não coincidem, surge a rejeição do arquivo. “Tivemos muitos casos ocorridos, mas já estamos regularizando isso para que a efetuação do pagamento ocorra com sucesso”, declarou Ronnie.

A expectativa é que até a próxima semana tudo esteja sanado.

Mais Sobre Cultura

Fada Inad divulga vídeos selecionados para o 1° Guirii - Festival Amazônico de Contação de História

Fada Inad divulga vídeos selecionados para o 1° Guirii - Festival Amazônico de Contação de História

A Produtora Cultural Fada Inad anunciou, na última sexta-feira (05), os vídeos selecionados para a primeira edição do Guirii - Festival Amazônico de

Prefeitura de Vilhena anuncia retorno da Noite da Seresta em formato de lives com prêmios aos artistas

Prefeitura de Vilhena anuncia retorno da Noite da Seresta em formato de lives com prêmios aos artistas

A Fundação Cultural de Vilhena (FCV) oficializou a volta da tradicional Noite da Seresta, encontro musical vilhenense que não é realizado desde 2016

XII FESTIVAL AMAZÔNIA ENCENA NA RUA: Inscrições prorrogadas até 28 de fevereiro

XII FESTIVAL AMAZÔNIA ENCENA NA RUA: Inscrições prorrogadas até 28 de fevereiro

O AMAZÔNIA ENCENA NA RUA é uma grande festa das Artes Cênicas de Rua e se constitui como uma importante política pública para o fomento da produção

Professores e alunos de Teatro da UNIR têm projetos aprovados em editais da Lei Aldir Blanc executados pela SEJUCEL/RO

Professores e alunos de Teatro da UNIR têm projetos aprovados em editais da Lei Aldir Blanc executados pela SEJUCEL/RO

Projetos de professores, alunos e ex-alunos do Curso de Licenciatura em Teatro da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), submetidos em ed