Domingo, 21 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Cultura

Tabelamento de preços garante produtos acessíveis e equilíbrio comercial durante o Arraial Flor do Maracujá


Diversidade de produtos e preços acessíveis são o objetivo da medida de tabelamento de preços - Gente de Opinião
Diversidade de produtos e preços acessíveis são o objetivo da medida de tabelamento de preços

Com o intuito de melhorar a experiência dos visitantes da 40ª edição do Arraial Flor do Maracujá, o governo de Rondônia, em parceria com a prefeitura de Porto Velho, reforçou os critérios de participação de ambulantes e vendedores que vão estar fornecendo artigos alimentícios durante os dez dias de evento, que teve início na sexta-feira (21). De acordo com a Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), os comerciantes cadastrados para trabalhar durante o Flor do Maracujá estão comprometidos com um acordo coletivo, que institui o tabelamento de preços dos produtos alimentícios comercializados durante a festa.

A Sejucel informou que, na construção do edital para a realização do evento, foi consignado que seria estabelecido uma média de preços para a comercialização de alguns produtos, de modo que seja interessante financeiramente para os comerciantes e acessível aos visitantes; sem a cobrança de valores exorbitantes.

Cada segmento enviou seu cardápio à organização do evento, e juntos, governo, município e comerciantes estabeleceram a média de valores praticados dentro do evento. “Estabelecemos preços-base para produtos comuns, que são vendidos neste tipo de evento. Por exemplo: o espetinho simples e completo têm preços tabelados para todos os comerciantes que forem oferecer esse artigo”, disse a assessora da Sejucel, Adriele Malta Noronha Uchôa, que colabora com a organização do Flor do Maracujá enfatizando que, “preços mais altos podem ser aplicados por aqueles que oferecerem o mesmo prato, com itens mais elaborados”, exemplificou.

A medida é uma das orientações do governador do estado, Marcos Rocha, para que a festa seja aberta a toda sociedade. “O Flor do Maracujá é uma festividade de Rondônia. Queremos que todos saiam ganhando, desde os visitantes, que terão acesso à cultura e lazer, até mesmo os vendedores. Esta é uma forma de tornar o evento mais acessível e responsável com todos”, defendeu. 

FISCALIZAÇÃO

A ideia é proporcionar mais conforto e condições para que todos, moradores e turistas, tenham condições de prestigiar o evento e conferir os sabores que o Flor do Maracujá oferece. Ainda segundo a Sejucel, fiscais do governo e do município vão estar acompanhando o comércio durante os dez dias de evento, para que o consumidor tenha seu direito preservado, e que o acordo firmado seja cumprido. 

A programação completa do Arraial Flor do Maracujá você confere aqui. 

Gente de OpiniãoDomingo, 21 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa francês de rádio disponibiliza arquivos do especial de música rondoniense

Programa francês de rádio disponibiliza arquivos do especial de música rondoniense

A inserção da música rondoniense em uma programa radiofônico de Marselha, a segunda maior cidade da França, está disponível de forma permanente em u

Estudantes de Jornalismo da Unir lançam revista sobre música de Rondônia

Estudantes de Jornalismo da Unir lançam revista sobre música de Rondônia

Uma reunião estratégica foi realizada no último dia 04, no gabinete do governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha. O Diretor-Superintendente do Se

Escola Pé de Murici recebe atividades do Projeto Cine Itinerante "Do mar do Caribe à beira do Madeira" nesta sexta-feira (05)

Escola Pé de Murici recebe atividades do Projeto Cine Itinerante "Do mar do Caribe à beira do Madeira" nesta sexta-feira (05)

Nesta sexta-feira (05 de julho), as ações do Projeto Cine Itinerante “Do mar do Caribe à beira do Madeira: Educação, Arte e Cultura cinematográfica

Gente de Opinião Domingo, 21 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)