Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Seduc promove encontro de três dias em Porto Velho para tratar de Ensino Religioso


 
“Ensinar religião não é fácil, pois há que se respeitar a diversidade. Todas as religiões buscam a Deus e as diferentes crenças precisam ser respeitadas. As dificuldades enfrentadas no dia-a-dia e que se devem a falta de amor ao próximo, família desestruturada, falta de diálogo entre pais e filhos, poderiam ser resolvidas se houvesse mais amor e compreensão nas famílias”, observou a professora Marli Cahulla, secretária Estadual na Educação, na abertura do I Seminário de Ensino Religioso Escolar, na manhã desta segunda-feira (8), no Rondon Palace Hotel, em Porto Velho. O evento, que é realizado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), por meio de sua Gerência de Educação (GE), prossegue até a quarta-feira (10), contando com a participação de 33 coordenadores pedagógicos das representações de ensino, 152 professores da rede pública estadual de ensino e técnicos da secretaria. 

A gerente de Educação, Sônia Casimiro, Milva Valéria Garbellini e Silva, subgerente do Programa de Desenvolvimento do Ensino Fundamental (Prodef), Maristela Wiltrudes Martins, coordenadora do Projeto Educação Religiosa Escolar e o palestrante Fábio Rychecki Hecktheuer foram unânimes em destacar a importância do evento, que figura na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). ”Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender e, se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar”, foi a frase de Nelson Mandela usada pelo palestrante, marcando o início do evento. 

O seminário tem a finalidade de proporcionar uma discussão com instituições de ensino superior no Estado de Rondônia acerca da formação continuada em educação religiosa escolar para habilitação de professores nesta área, além de criar oportunidade para reflexão da prática pedagógica dos temas referentes à cultura religiosa regional nas aulas de educação religiosa. De acordo com o novo quadro da Política Nacional de Educação, é preciso oferecer aos alunos da Rede Estadual uma educação que respeite a diversidade religiosa e cultural e seja ministrada sem proselitismo, como determina a LDB.

Fonte: Seduc/Anfrízio Santana 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio