Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Secretária de Estado da Educação ministra aula inaugural na FIMCA/Metropolitana


 
O auditório das faculdades FIMCA/METRPOLITANA ficou completamente lotado na noite de quarta-feira,04/08, durante a aula inaugural do segundo semestre letivo, ministrada pela Secretária de Estado da Educação, professora Irany Freire Bento. Na platéia, além dos cursos de Pedagogia, Letras e Educação Física da Faculdade Metropolitana, estavam presentes acadêmicos dos cursos de Turismo, Ciências Biológicas, Psicologia e Serviço Social da FIMCA, Faculdades Integradas Aparício Carvalho.

Apresentada pelo professor Gilmar dos Santos Nascimento, vice-diretor da Faculdade Metropolitana, a palestrante foi recepcionada pela Dra. Maria Sílvia, diretora geral da instituição e vice-diretora da FIMCA.

Munida de ilustrações, dados e gráficos projetados com recursos multimídia, a secretária fez uma dinâmica abordagem do tema que lhe foi proposto pela direção da faculdade: As Perspectivas para a Educação em Rondônia: Onde estamos? Para onde vamos?

Para a secretária Irany Freire Bento, a educação nunca teve um papel tão importante na história do desenvolvimento do Estado quanto agora. A nova onda migratória, desencadeada pelos atuais investimentos públicos e privados em Rondônia, está impondo novos e imensos desafios a educandos e educadores. Em sua abordagem desses desafios, a secretária parabenizou os acadêmicos pela opção que fizeram, de buscarem o conhecimento em um curso superior; e felicitou aos diretores da FIMCA e da METROPOLITANA, por investirem na educação superior em Rondônia, oferecendo cursos que impulsionam o desenvolvimento regional.

De acordo com o vice diretor da Faculdade Metropolitana, professor Gilmar dos Santos Nascimento, a aula inaugural “foi um momento especial de incentivo, otimismo e esperança para os acadêmicos. Através da rica exposição da secretária Irany, eles puderam conhecer a posição estratégica que Rondônia ocupa hoje no continente, bem como, por meios da educação superior, poderão aproveitar as oportunidades que estão surgindo no mercado de trabalho, em diversas áreas do conhecimento”.

A diretora geral da Faculdade Metropolitana e vice-diretora da FIMCA, Dra. Maria Sílvia, ao agradecer e elogiar a maneira descontraída, solícita e objetiva com que a secretária fez a exposição do tema, ressaltou que, na sociedade do conhecimento, os gestores públicos, além das competências técnicas, devem possuir essa sensibilidade para trabalhar em parceria com a iniciativa privada. “Nesse novo contexto que Rondônia apresenta, somente o trabalho em parceria, unindo governo, iniciativa privada e a sociedade civil organizada, poderá dar respostas efetivas às crescentes demandas de serviços, em todas as áreas, principalmente na Educação”, concluiu.


Fonte: Sergio Mello
 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio