Porto Velho (RO) sábado, 18 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

RO tem projetos premiados no Prêmio Culturas Indígenas


Foi publicada ontem no Diário Oficial da União a Portaria 21 da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural, que divulga o resultado final do 4° Prêmio Culturas Indígenas Raoni Metuktire.O Prêmio Culturas Indígenas foi criado pelo Ministério da Cultura em 2006, e este ano homenageou o líder Ropni Metuktire, conhecido como Raoni. Neste ano, a Articulação dos Povos Indígenas da Região Sul – ARPINSUL foi a organização indígena responsável pela realização do prêmio. Foram premiadas 100 iniciativas comunitárias indígenas que atuam no fortalecimento de suas expressões culturais, ou na divulgação de seus modos e concepções de vida para outros segmentos da sociedade brasileira.

Comunidades indígenas de todo o Brasil participaram do processo seletivo, que irá premiar iniciativas nas categorias de R$ 15.000,00 e R$ 20.000,00. Duas propostas de comunidades indígenas de Rondônia foram classificadas. Na categoria de R$ 15.000,00, foram premiados os projetos Retomando o território tradicional da Aldeia Juma proposta por Mandei Juma de Porto Velho RO e Festa dos Guerreiros Aldeia Ricardo Franco proposta por José Augusto Canoé de Guajará-Mirim.


Uma das vencedoras do prêmio Mandeí Juma, falou um pouco sobre o objetivo da iniciativa “ queremos retornar para o nosso território no qual fomos tirados pela FUNAI em 1998, por que estávamos passando por muitos problemas com os não índios da região, que entravam na nossa área sem permissão, então fomos levados para o território dos índios Jupaú na Terra indígena Uru eu Wau Wau, aonde nos casamos e constituímos as nossas famílias com os mesmos, mas mesmo assim sempre buscamos uma forma de retorna para nosso território, por muito tempo procuramos apoio na FUNAI e no Ministério Público para nosso retorno, por que mesmo falando a mesma língua tupi kawahiwa, temos muitas dificuldades de entendimento com alguns indígenas, alem disso nossas culturas e modos de vida são diferentes, isso nos prejudica muito, por que vivemos em um lugar que não nos pertence, e isso tem prejudicado nosso pai que é o ultimo juma que pode ensinar para nossos filhos a verdadeira cultura do povo Juma e isso só poderá acontecer quando retornamos para nosso território que é aonde ele se sente bem de todo os modos, sendo assim nós nos fortaleceremos e nossa cultura não acabará com a morte de nosso pai que já é bem velho”, completou Mandeí. As iniciativas premiadas podem ser conferidas na página do prêmio www.premioculturasindigenas.org.br ou diretamente no Diário Oficial da União.

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio