Porto Velho (RO) domingo, 7 de março de 2021
×
Gente de Opinião

Cultura

Recurso emergencial referente a Lei Aldir Blanc vai beneficiar cerca de 400 trabalhadores do segmento cultural em Rondônia


De 1.161 vagas disponíveis para oito editais, apenas 400 projetos foram inscritos - Gente de Opinião
De 1.161 vagas disponíveis para oito editais, apenas 400 projetos foram inscritos

Com a chegada do recurso emergencial avaliado em R$ 18 milhões, através da Lei Federal Aldir Blanc, n° 14.017 , o Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer de Rondônia (Sejucel) buscou aplicar o recurso no mapeamento dos artistas e na elaboração dos editais para que os trabalhadores da Cultura pudessem apresentar seus projetos e serem beneficiados. Porém, das 1.161 vagas disponíveis para oito editais, apenas 400 foram inscritos. Isto é, não houve projetos suficientes para o alcance de 100% da aplicação total desse recurso, contrariando as expectativas. Por essa razão, uma parte do recurso será devolvido, em cumprimento à Lei.

De acordo com a coordenadora Estadual de Cultura, Carmelia da Silva Cardoso, esse é o principal motivo pela devolutiva de uma parte desse recurso. “Em cumprimento à Lei Federal, nós temos até o dia 31 de dezembro para devolver aquilo que não foi executado e, infelizmente, não tivemos propostas suficientes para a quantidade de vagas que abrimos. É importante ressaltar, que isso não quer dizer que vamos devolver todo o recurso, pois boa parte executamos. Apenas vamos devolver o que de fato não foi executado”, esclareceu Carmelia.

Em cumprimento à Lei Federal Aldir Blanc, parte desse recurso será devolvido, uma vez que não será aplicado inteiramente

O valor da parte do recurso a ser devolvido ainda não está definido devido os trabalhos continuarem em fase de análise após 10 de dezembro, dia em que será publicado o resultado final dos classificados. Cenários como esse também ocorrem em outros estados. Porém, na maioria, o total dos recursos não são executados. Isso só demonstra o interesse por parte do Governo de Rondônia a estimular a classe artística a desenvolver seus projetos para que possa ser assistida, em conformidade com a Lei Federal.

Trabalhos como este estarão cada vez mais evidentes no setor cultural do Estado. Ao contrário do que ocorria em gestões passadas, a política voltada à elaboração de editais será efetivada e constante dentro do Governo. O propósito é estar mais próximo de toda a classe artística, auxiliando nas capacitações de elaboração de projetos.

Mais Sobre Cultura

Fada Inad divulga vídeos selecionados para o 1° Guirii - Festival Amazônico de Contação de História

Fada Inad divulga vídeos selecionados para o 1° Guirii - Festival Amazônico de Contação de História

A Produtora Cultural Fada Inad anunciou, na última sexta-feira (05), os vídeos selecionados para a primeira edição do Guirii - Festival Amazônico de

Prefeitura de Vilhena anuncia retorno da Noite da Seresta em formato de lives com prêmios aos artistas

Prefeitura de Vilhena anuncia retorno da Noite da Seresta em formato de lives com prêmios aos artistas

A Fundação Cultural de Vilhena (FCV) oficializou a volta da tradicional Noite da Seresta, encontro musical vilhenense que não é realizado desde 2016

XII FESTIVAL AMAZÔNIA ENCENA NA RUA: Inscrições prorrogadas até 28 de fevereiro

XII FESTIVAL AMAZÔNIA ENCENA NA RUA: Inscrições prorrogadas até 28 de fevereiro

O AMAZÔNIA ENCENA NA RUA é uma grande festa das Artes Cênicas de Rua e se constitui como uma importante política pública para o fomento da produção

Professores e alunos de Teatro da UNIR têm projetos aprovados em editais da Lei Aldir Blanc executados pela SEJUCEL/RO

Professores e alunos de Teatro da UNIR têm projetos aprovados em editais da Lei Aldir Blanc executados pela SEJUCEL/RO

Projetos de professores, alunos e ex-alunos do Curso de Licenciatura em Teatro da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), submetidos em ed