Terça-feira, 16 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Cultura

Programação do Festcine Amazônia Itinerante foi exibida em três cidades Peruanas


 

Marcando mais uma etapa do projeto do Festcine Amazônia com apoio do Ministério da Cultura do Brasil e do Fundo Nacional de Cultura, os produtores culturais brasileiros, Jurandir Costa, Carlos Levy e Fernanda Kopanakis e equipe estiveram de 20 a 26 de abril realizando a exibição de conteúdo audiovisual ambiental e de caráter educativo nas cidades de Porto Maldonado, Cusco e Ynapari, no Peru.  Programação do Festcine Amazônia Itinerante foi exibida em três cidades Peruanas - Gente de Opinião

Este intercâmbio foi realizado e está associado ao Instituto Nacional de Cultura (INC) das cidades de Porto Maldonado e Cusco. “O Instituto é um importante órgão do Ministério da Educação do Peru com atuação em todo o país, trabalha na preservação da memória e do patrimônio histórico do povo peruano”, explica Jurandir Costa.

Para o diretor de Cultura da região Madre de Deus, José Oswaldo Molero Ruiz, “a exibição em Porto Maldonado foi um marco cultural entre os dois países, Peru e Brasil. A platéia respondeu bem as produções brasileiras legendadas em espanhol, isso demonstra a necessidade de ficarmos em contato permanente culturalmente”.

De acordo com Fernanda Kopanakis a equipe do Festcine Amazônia seguiu para Cusco através da Carretera Transoceânica, enfrentando uma jornada exaustiva de 48 horas para percorrer 500 quilômetros para chegar ao o destino final. “Em vários pontos a Carretera foi fechada, já que a obra está em andamento. Carros e ônibus têm um horário específico para passar, normalmente uma hora para passar e depois a Carretera volta a ser fechada”.

O lado brasileiro da Estrada do Pacífico foi concluído com o asfalto da pista e a inauguração da ponte que liga Assis Brasil a Iñapari, passando sobre o rio Acre. A partir dali até Cusco, são outros 710 quilômetros que serão asfaltados até 2009, ligando a Amazônia à Cordilheira dos Andes para consolidar a integração do Brasil com o Peru.

A Carretera Interoceânica é composta de duas estradas, já que se subdivide em dois ramos para integrar as regiões sul e central do Peru com o Brasil. Os primeiros 403 quilômetros ligam Iñapari à localidade de Puente Iñambari onde se divide. O primeiro ramo percorre 300 quilômetros de Iñambari até Urcos, dali são mais 100 quilômetros, já asfaltados, para chegar a Cusco. Para facilitar a operação de sua obra a Conirsa subdividiu os trechos 1 e 2 em três pedaços nos quais montou três acampamentos.

A exibição em Cusco aconteceu na Casa de Cultura e contou com uma platéia bastante heterogênea, com pessoas de varias partes do mundo. “Cusco é uma cidade cosmopolita, com uma cultura fantástica e faz parte da sua estrutura eventos dessa natureza, integrando vários paises e varias línguas” afirma Elizabeth, do INC. O diretor de desenvolvimento cultural do Instituto Nacional de Cultura, Manuel Jibajas, ficou bastante entusiasmado com o projeto do Festcine Amazônia Itinerante e já prospecta convênios de aproximação entre os dois paises, através do Instituto Nacional de Cultura e o Festcine Amazônia.

“Este momento é uma ótima oportunidade que temos para alavancar os projetos culturais, principalmente os de audiovisual, que através da magia do cinema quebra barreiras e aproxima culturas”, finalizou Jibajas.

A ultima exibição em território peruano aconteceu sábado, dia 26, na cidade de Ynapari, cidade que faz fronteira com Assis Brasil, Acre e uma ponte internacional liga as duas cidades. “A receptividade com que fomos recebidos pelo povo peruano realmente emocionou toda a nossa equipe. Foi realmente gratificante. Olharmos para aquela platéia, aqueles rostos e sentir o calor humano do público nos faz dá a certeza de que nosso trabalho é necessário e importante”, declarou Jurandir Costa.

“Já formulamos o convite, para que os representantes das cidades peruanas que nos receberam estejam em Porto Velho para a sexta edição do Festcine Amazônia que acontece em novembro”, afirma Carlos Levy que enfatiza com entusiasmo que “a presença dos representantes peruanos no Festcine será muito importante, pois poderão falar e debater sobre a importância da integração cultural”.  Jurandir Costa acrescentou ainda que a presença deles está oficializada e que os organizadores irão trazê-los para enriquecer ainda mais o Festcine Amazônia.

O Festcine Amazônia Itinerante conta com o patrocínio do Ministério da Cultura/Fundo Nacional de Cultura, Petrobras através da Lei Rouanet, tem ainda o apoio da senadora Fátima Cleide, deputado federal Eduardo Valverde, IBM, Unir, Secel e Prefeitura de Porto Velho.

Fonte: Ascom - Festcine Amazônia Itinerante

Gente de OpiniãoTerça-feira, 16 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa francês de rádio disponibiliza arquivos do especial de música rondoniense

Programa francês de rádio disponibiliza arquivos do especial de música rondoniense

A inserção da música rondoniense em uma programa radiofônico de Marselha, a segunda maior cidade da França, está disponível de forma permanente em u

Estudantes de Jornalismo da Unir lançam revista sobre música de Rondônia

Estudantes de Jornalismo da Unir lançam revista sobre música de Rondônia

Uma reunião estratégica foi realizada no último dia 04, no gabinete do governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha. O Diretor-Superintendente do Se

Escola Pé de Murici recebe atividades do Projeto Cine Itinerante "Do mar do Caribe à beira do Madeira" nesta sexta-feira (05)

Escola Pé de Murici recebe atividades do Projeto Cine Itinerante "Do mar do Caribe à beira do Madeira" nesta sexta-feira (05)

Nesta sexta-feira (05 de julho), as ações do Projeto Cine Itinerante “Do mar do Caribe à beira do Madeira: Educação, Arte e Cultura cinematográfica

Gente de Opinião Terça-feira, 16 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)