Porto Velho (RO) terça-feira, 26 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Cultura

Professores do ensino especial do Estado participam de mais uma capacitação


 

Da próxima segunda-feira (15) ao dia 23, o Governo do Estado realizará mais uma capacitação, por meio do Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e Atendimento às Pessoas com Surdez da Subgerência de Educação Especial da Secretaria da Educação (SEE/Seduc). Trata-se do curso de Língua Portuguesa como Segunda Língua para Surdos, que será aberto às 8 horas, no Rondon Palace Hotel, em Porto Velho, com a participação de 50 educadores da rede estadual de ensino da Capital e interior.

De acordo com a subgerente de Educação Especial da Seduc, Vera Regina de Matos, o curso atende à proposta do Governo de implementar o processo educacional no Estado com a adoção da língua portuguesa para surdos paralelamente à Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). “A Língua Portuguesa como Segunda Língua constituirá como complementação curricular específica a ser desenvolvida nas escolas em que os alunos com surdez estejam matriculados de acordo com a legislação vigente", disse Vera Regina, acrescentando que a Lei 10.436 de 24 de abril de 2002 e o Decreto 5626 de 22 de dezembro de 2005 enfatizam a oferta da educação bilíngüe com a organização dos sistemas de ensino de modo a tornar viável aos surdos o acesso aos conteúdos curriculares através da Libras como a primeira língua e a língua portuguesa como segunda língua.

O curso terá 60 horas e será ministrado pela professora do Distrito Federal, Sandra Patrícia do Nascimento, doutora em Lingüística pela Universidade de Brasília, com habilitação no Exame Nacional de Proficiência para tradução e interpretação em Libras e Língua Portuguesa para Surdos. Além de ser autora de vários artigos, ela é também colaboradora da Federação Nacional de Educação e Integração de Surdos (Feneis).

A secretária estadual da Educação, professora Marli Cahulla, destacou a importância do curso como mais um investimento do Governo do Estado com vistas à melhoria do processo ensino aprendizagem também das pessoas com deficiência, seja auditiva, física ou visual. “A administração estadual entende a importância da educação bilíngue e por isso tem investido na inclusão dos surdos nas escolas regulares, bem como, na formação de tradutores e intérpretes de Libras”, afirmou a secretária Marli.

Fonte: Veronilda Lima

Mais Sobre Cultura

Sicoob Credisul lança concurso de fotografia Somos Todos Guaporé

Sicoob Credisul lança concurso de fotografia Somos Todos Guaporé

A Sicoob Credisul lançou na noite de quarta-feira, 20/03, o concurso de fotografia Somos Todos Guaporé, do Rio Guaporé. O lançamento aconteceu duran

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

Com bastante antecedência e foco no cumprimento de sua missão, a Escola de Samba Asfaltão realizou no ultimo dia 16 de março, seu Planejamento Estraté

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

O espetáculo ÍFÈ, da Companhia Beradera de Teatro, estreia neste sábado (23), às 20h, em Porto Velho e tem como inspiração a história de importante fi

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Sonhos de MarçoPorto de sons e sonhos...Em marçouma paisagem sonorade cantos...um cenário a partecenas se repartem ese juntam em melodiasdiferentesDe