Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Prefeitura apoia 1º Festival de Música Canta Rondônia


A prefeitura de Porto Velho está apoiando o 1º Festival de Música Canta Rondônia. Através da Fundação Cultural Iaripuna, o Município cede os espaços para a realização do evento em vários pontos da cidade. A 6ª e penúltima etapa do festival está acontecendo desde a última terça feira (1/11), na Praça Aluizio Ferreira, onde a cada noite, 15 artistas têm a oportunidade de mostrar ao público o seu talento musical. O evento é realizado pela Associação dos Cantores, Compositores e Músicos de Rondônia e Arte & Music.

Conforme o presidente da associação, Vande Amorim, “o festival não é apenas a concorrência ou competição entre as pessoas que se apresentam, mas uma mostra dos talentos artísticos que existem na Capital”. O evento tem como objetivos valorizar os talentos regionais, promover a inclusão do público com a arte e o acesso à cultura; difundir a música da região nos mais diversos estilos e revelar grandes talentos.

O festival é realizado em sete etapas. Cada uma delas com duração de cindo dias classifica três artistas para a grande final, no próximo dia 13, no campo Princesão, bairro Socialista, onde 21 cantores disputarão o prêmio que totaliza R$ 5 mil. Amorim explicou que serão premiados os quatro melhores. O 1º colocado levará R$ 2 mil, o 2º R$ 1.500,00, o 3º R$ 1000,00 e o que ficar na 4ª colocação ganhará R$ 500,00 em espécie. Os finalistas também ganharão um DVD de suas apresentações gravado ao vivo.

As pessoas interessadas em participar do festival poderão se inscrever gratuitamente no local do evento. Quem se inscreveu com antecedência precisa comparecer e confirmar a inscrição, caso contrário não poderá concorrer. O corpo de jurados é composto de três integrantes da Associação dos Cantores, Compositores e Músicos de Rondônia, que são bastante rigorosos na avaliação dos critérios para classificação.
 

Agradecimentos

Vande Amorim fez questão de agradecer a prefeitura, que através da Fundação Cultural Iaripuna tem cedido os espaços para as etapas do evento. “Isso é uma demonstração de carinho e valorização da cultura e da arte regional, pois sem esse apoio tão importante não teríamos local para tornar esse projeto uma realidade”, destacou. Também agradeceu ao governo de Rondônia através da Secel – Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer.
 

Trabalho social

Amorim também acredita que o apoio às diversas expressões artísticas pode promover a reinserção social, prevenção às drogas e ao crime. É por isso que cada etapa do festival é encerrada com a apresentação do grupo Resgatando Vidas, liderado pelo ex-detento Ezequiel Silva, que teve a ajuda da Arte & Music para lançar o seu primeiro CD e DVD. O grupo de Hip Hop é composto por outros ex-detentos e jovens que estavam em situação de vulnerabilidade social. “É uma grande oportunidade que nós temos para mostrar nossos talentos e dizer ao público que a recuperação é possível”, declarou Ezequiel Silva.
 

Talentos

Gabriel Vinícius, de apenas dez anos, foi um dos mais aplaudidos. Dono de uma voz inconfundível e afinada, ele canta música gospel desde os quatro anos. O pequeno artista disse que se inscreveu para o festival com objetivo de falar de Jesus, mostrar seu talento e ganhar o prêmio, pois pretende fazer a sua festa de aniversário. Vinícius estava acompanhado da mãe, Ana Lúcia.

Outro forte concorrente foi S. Silva, que canta e toca violão. Seu forte é a música gospel e MPB. O cantor foi convidado para fazer a abertura do evento antes do início das competições. Ele animou a platéia cantando e tocando músicas do rei Roberto Carlos. Silva parabenizou a direção do festival e disse que “é preciso mais iniciativas com essa para o desenvolvimento cultural e musical dos artistas regionais”.

A 1ª etapa do festival foi realizada de 28 de setembro a 2 de outubro, no bairro Ulysses Guimarães, a 2ª na Praça do Jardim Santana, a 3ª no campo do bairro JK, a 4ª campo do Esperança da Comunidade e a 5ª etapa no campo Florestão, no Jardim Eldorado. Se houver apoio nos próximos anos, Amorim disse que pretende levar o festival para outros municípios de Rondônia.

Fonte: Augusto José

 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio