Porto Velho (RO) sábado, 25 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Por que cursar Tecnólogo em Gastronomia?


 

O Tecnólogo em Gastronomia é um profissional de nível superior, especialista em planejamento, organização, supervisão e gerenciamento na área de alimentos e bebidas, desde a elaboração de cardápios até o desenvolvimento de uma cozinha de criação.

Além da formação técnica, este profissional tem competência para propor inovações na área de culinária, criando e gerenciando seu próprio negócio ou participando de empreendimentos de terceiros, administrando criação e produção de serviços. E tudo isso em dois anos de curso superior.

A partir dos conhecimentos adquiridos em higiene e manipulação de alimentos, habilidades básicas de cozinha, cozinha regional, nacional e internacional e de planejamento e gestão de serviços de alimentação, o profissional de Gastronomia é capacitação para atuar como Chef de Cozinha, Consultor Gastronômico, Gerente de Banquetes e Gerente de Restaurantes e Bares em todas as regiões do Brasil e do Mercosul.

O tecnólogo em Gastronomia é profissional raro hoje no Brasil e por isso a importância de um curso de formação deste profissional em uma região como a do estado de Rondônia onde a biodiversidade alimentar disponível é tão rica.

Este profissional representa fator de progresso e de agregação de forças e valores que irão potencializar decisivamente o desenvolvimento social do Estado. Isso, na medida em que possibilita ao mercado e à sociedade contar com profissionais aptos a atuar na formulação de respostas ao enfrentamento das múltiplas questões e demandas sociais.

A crescente descoberta do mundo gastronômico, aliada à necessidade de mão-de-obra especializada para o setor de bares, restaurantes, confeitarias, panificadoras e eventos bem como a vocação para produção de alimentos já justificaria cursar um curso Tecnológico Superior em Gastronomia. Mas a justificativa mais surpreendente é constatar que no Norte e no Nordeste brasileiro, tão engajados no desenvolvimento turístico e gastronômico, ainda possuam tão poucos cursos superiores nesta área e conseqüentemente poucos profissionais com formação superior.

No Brasil, são poucos os cursos na área, não existindo oferta dos mesmos em todos os estados ou regiões do país de forma a atender o mercado crescente. Assim não é sem razão que, apesar da rica culinária, o Brasil tenha dificuldades de desenvolver o turismo gastronômico.

Por todos os motivos expostos, cursar o curso Tecnológico Superior em Gastronomia que a FIMCA disponibiliza, é além ter uma visão empreendedora e futurista, algo muito prazeroso àqueles que se identificam com a culinária e os prazeres da mesa.

Fonte: Marilia Teixeira Berno
Coordenadora do Curso Tecnólogo Superior em Gastronomia da FIMCA

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio