Porto Velho (RO) sábado, 18 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Mostra terá sessão de audiodescrição nesta segunda-feira



A 8ª Mostra Cinema e Direitos Humanos da América do Sul, uma realização da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, em parceria com o Ministério da Cultura, conta na programação nesta segunda-feira, dia 2, com sessão de audiodescrição, voltada para pessoas com deficiência visual. Os filmes “Caixa d´agua: Qui-lombo é esse?” e “Doméstica”, serão exibidos com equipamentos especiais para descrever a cena aos cegos.Mostra terá sessão de audiodescrição nesta segunda-feira - Gente de Opinião

A acessibilidade na mostra não para por aí, as demais sessões da tarde também terão audiodescrição, porém aberta (sem equipamentos). Além disso todos os filmes são exibidos com closed caption para pessoas com deficiência auditiva.
 

Abertura

A abertura contou com a representação da Cia Beiradeira de Teatro, com a performance “Escola do Mundo às avessas”, texto de Eduardo Galeano, direção de Rodrigo Vrech, com o ator Eliseu Braga, a bailarina Adrea Melo e o músico Anderson Benvindo. Também se apresentaram na noite de estreia da Mostra os alunos da Escola Rio Branco que integram o projeto social “Canteiros de Sons”, grupo de percussão com instrumentos musicais feitos de materiais reciclados.

As autoridades convidadas se pronunciaram pronunciaram sobre a importância de se refletir os direitos humanos por meio da arte cinematográfica, entre elas o diretor de programas sociais do Sesc, Mauro Arruda, o presidente da associação de Magistrados, juiz Francisco Borges e o representante da Pro-reitoria de Cultura da Universidade Federal de Rondônia, professor Paulo Moraes, todos apoiadores locais da Mostra.

As mestres de cerimônia, jornalistas Emanuela Palma e Simone Norberto, integrantes do CineOca, Cineclube de Rondônia, que assina a produção local da mostra, em nome da SDH agradeceram a presença de todos, e declararam aberta a programação, iniciada com o filme “História de Amor e Fúria”, uma animação brasileira que propõe a revisão da história a partir de dois personagens ao longo de 600 anos.

O público que compareceu à abertura recebeu kits contendo bolsa, camiseta, catálogo, programa, caderneta de anotações e marcadores, todos os itens com logomarca da Mostra. Ao final foi servido um coquetel oferecido pela Secel, Superintendência de Cultura do Estado.

A Mostra é produzida nacionalmente pela Universidade Federal Fluminense conta ainda com apoio local do Corpo de Bombeiros, da Eletrobras, Governo do Estado e da Escola Marcelo Cândia. O patrocínio é da Petrobras e do BNDS. A programação segue até quinta-feira. Ao todo 38 filmes serão exibidos entre curtas, médias e longas, dando uma importante visão do modo como o tema dos direitos humanos é abordado no cinema.
 

Reflexão Social

Para compor a Mostra Competitiva foram escolhidos 24 filmes de diferentes países da América do Sul, sendo 13 longas, 07 médias e 04 curtas. Os filmes selecionados dizem respeito a diversos temas relacionados aos Direitos Humanos, como inclusão das pessoas com deficiência, diversidade sexual, direito à memória e à verdade, população de rua, preconceito racial, direito ao trabalho digno, entre outros, sem deixar de lado a qualidade cinematográfica. O objetivo principal é fortalecer a educação e a cultura em Direitos Humanos a fim de construir na sociedade uma consciência cidadã por meio da promoção do respeito às diversidades, do exercício da solidariedade e consequentemente, da concretização da dignidade da pessoa humana. A originalidade estética e linguística é um caminho para estimular esse debate, fazendo jus à transversalidade que esse universo temático exige. Dessa forma, a Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, possuindo uma diversidade de linguagem e um cuidadoso apuro técnico, assume o desafio de incitar

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio