Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Cultura

MINHAS RAÍZES EMOCIONA PLATÉIA



Crianças do grupo Minhas Raízes
emociona platéia em Brasília

A platéia de delegados da educação de todo o país se emocionou nesta terça-feira (15) pela manhã, no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, onde se realiza a Conferência Nacional de Educação Básica, com a apresentação do grupo musical Minhas Raízes, do pequeno distrito de Nazaré, no rio Madeira, próximo à capital de Rondônia, Porto Velho. 

O grupo viajou mais de três mil quilômetros até à capital federal. Para chegar a Porto Velho percorreram o rio de barco durante 12 horas. Depois, mais três horas de vôo para chegar a Brasília. São 18 crianças de Nazaré, entre meninos e meninas na faixa de 7 a 19 anos, que interpretam músicas com temas da realidade por eles vivenciada na Amazônia, além dos mitos e lendas da região como o Boto Tucuxi, Anauá e Curupira. Consolidaram seu trabalho convivendo na escola Henrique Dias, onde estudam.   

Desde 2004, os meninos viajam fazendo apresentações pelo Brasil. No show de hoje apresentaram as canções “Não deixe secar o coração”, “Cobra grande” e “Vai pescar, vai pescar”, composições de Silvia Helena e Timaia, respectivamente organizadora e regente do coral de meninas e fabricante dos instrumentos utilizados pelo grupo. As composições integram o elenco de 15 músicas do CD, gravado o ano passado. 

Sua presença na Conferência Nacional de Educação Básica foi uma articulação do mandato da senadora rondoniense Fátima Cleide (PT) com a Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação. 

Presente à apresentação, a senadora declarou satisfação de poder contribuir com a vinda do Minhas Raízes a Brasília. “É compensador o esforço feito pelo mandato e pela prefeitura de Porto Velho para ajudar na divulgação do trabalho destas crianças e jovens de Nazaré. Eles são talentosos, não resta dúvida, tanto que as pessoas que aqui estão, de Minas Gerais, Paraíba, Amazonas e de tantas outras regiões estão encantadas, emocionadas”, declarou.  O prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho, também assistiu ao show dos meninos e meninas de Nazaré.

Em 2007, o cantor e escritor Gabriel, “O Pensador”, indicou o grupo para o Criança Esperança, que exibiu cenas do cotidiano das crianças. Pensador conheceu o grupo em Porto Velho, em abril do ano passado, quando participou da Feira do Livro. Ele ficou impressionado com o talento dos meninos. “O meu filho adorou a música deles, e eu também”, disse o artista aos apresentadores do Criança Esperança 2007, Luciano Huck e Angélica.

Todos os instrumentos do grupo são feitos de madeira da floresta amazônica. São percussões, flautas, reco-reco, gambá, cumbuca, carrilhão de bambu, checo-checo, entre outros que ainda não têm nome. 

Timaia diz que nenhuma árvore é arrancada. “Desde quando a floresta virou a Reserva Biológica Cuniã em 2004, trabalhamos de forma sustentável. Apenas coletamos aquilo que a floresta descarta, como galhos, sementes e cipós. Nada é arrancado”.

No início da apresentação, não poderia faltar, claro, uma especial reivindicação. Em nome do Grupo, Túlio Nunes pediu às autoridades presentes para que os jovens de Nazaré e de outras comunidades ribeirinhas do Madeira tenham a mesma oportunidade que outras regiões para acesso aos estudos de forma integral. Por falta do ensino médio em Nazaré, muitos abandonam a região para concluir a educação básica em outra localidade ou, por falta de condições, param de estudar. 

O grupo tem o sonho de construir um centro cultural aberto ao público para fomentar a cultura regional. Com isso, Timaia acredita que o distrito poderá se tornar uma referência turística na região. “Penso no futuro vender os bioinstrumentos e dar cursos de música para as crianças, jovens e turistas que vão a Nazaré”, disse Timaia.

Uma nova apresentação do Minhas Raízes será feita a partir das 14 h de hoje(15). A programação cultural é parte da extensa agenda que irá ocupar 2.800 profissionais da educação dos estados brasileiros em debates na Conferência Nacional da Educação Básica, até o dia 18, promovida pelo Ministério da Educação.  
 
Fonte: Henrique C. Teixeira e Mara Paraguassu

Mais Sobre Cultura

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

Com bastante antecedência e foco no cumprimento de sua missão, a Escola de Samba Asfaltão realizou no ultimo dia 16 de março, seu Planejamento Estraté

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

O espetáculo ÍFÈ, da Companhia Beradera de Teatro, estreia neste sábado (23), às 20h, em Porto Velho e tem como inspiração a história de importante fi

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Sonhos de MarçoPorto de sons e sonhos...Em marçouma paisagem sonorade cantos...um cenário a partecenas se repartem ese juntam em melodiasdiferentesDe

FERROVIÁRIOS ELEGEM NOVA EXECUTIVA SOB PROMESSA GOVERNAMENTAL BOTAR O TREM PRA ANDAR

FERROVIÁRIOS ELEGEM NOVA EXECUTIVA SOB PROMESSA GOVERNAMENTAL BOTAR O TREM PRA ANDAR

Porto Velho, RONDÔNIA - Ainda sem local adequado para se instalar e funcionar como em décadas atrás, a nova diretoria da Associação dos Ferroviári