Porto Velho (RO) terça-feira, 16 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

Medicina da FIMCA oferece vantagens competitivas


 
Autorizado pela Portaria Ministerial nº 2061 de 09/07/2004 – DOU 12/07/2004, o Curso de Medicina da FIMCA é pioneiro em Rondônia. Sua aprovação foi unânime em todas as instâncias às quais foi submetido. Em 9 de julho de 1996, foi aprovado na 18ª Reunião Extraordinária do Conselho Estadual de Saúde; em agosto de 1996, recebeu parecer favorável na 4ª Reunião Ordinária da CIB – Comissão Intergestora Bipartite; em 6 de novembro de 1996, foi referendado na 60ª Reunião do Conselho Nacional de Saúde; e, finalmente, em 14 de agosto de 1997, foi acatado pelo Conselho Nacional de Educação. A aprovação desse curso foi um marco importante para a instituição e para o Estado de Rondônia. Com um projeto pedagógico moderno e inovador, baseado nas peculiaridades da região, a FIMCA se propôs a formar profissionais generalistas que não apenas tratam as doenças, mas, especialmente, orientam os pacientes sobre como preveni-las.

Nível do Corpo Docente

O corpo docente é altamente qualificado, a começar pelo nível dos seus coordenadores. O Prof. Dr. Jorge Santo Simon, Coordenador do Curso, é Graduado em Medicina, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Doutor em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e Especialista em Cirurgia Cardíaca, pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Seus coordenadores adjuntos são o Prof. MSc. Rui Rafael Durlacher, graduado em Medicina pela Universidade Estadual Paulista, Mestre em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela Universidade de São Paulo, Especialista em Moléstias Infecciosas e Parasitárias pela UNESP, Especialista em Epidemiologia de Campo pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e Centro de Controle de Doenças de Atlanta; e o Prof. MSc. Dhélio Batista Pereira, graduado em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, Mestre em Biologia Experimental pela Universidade Federal de Rondônia e Especialista em Medicina Tropical pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro. A Profª Esp. Gislaine Golin, que responde pela Coordenação Pedagógica, é graduada em Pedagogia pela Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí, especialista em Metodologia do Ensino Superior pela Universidade Federal de Rondônia.

Dos sessenta e um professores integrantes do Colegiado do Curso, 18 são Doutores (29,5%), 25 são Mestres (41%), uma mestranda, e os demais especialistas, todos de reconhecido conceito na área médica e social de Rondônia.

Salas de Aula e Laboratórios

O curso oferece aos acadêmicos de Medicina salas de aula e laboratórios de última geração, equivalentes ao ambiente hospitalar, que aliam teoria à prática, como os laboratórios de Técnica Cirúrgica, Ambulatório, Microscopia I e II, Semiotécnica, Lafici, Hematologia, Microbiologia, Biologia Molecular e Genética, Bioquímica II, Anatomia Humana I e II e Informática, além de atividades interdisciplinares.

A FIMCA inaugurou o primeiro Hospital Escola de Rondônia, em parceria com o Hospital Madre Mazzarello, ampliando ainda mais o uso engenhoso dos excelentes serviços dos hospitais de referência do Estado e de Porto Velho, mercê do empenho e da dedicação dos corpos clínicos dessas entidades, que muito bem acolhem os discentes da instituição.

Biblioteca

A Biblioteca da FIMCA, instalada em uma área de 300m2, está distribuída entre acervo, balcão de atendimento, cabines para estudo individual, sala de estudo em grupo, processamento técnico, audiovisual, salões de estudo e consultas variadas e biblioteca virtual, onde os usuários têm acesso a equipamentos de informática para realizar suas pesquisas na Internet. Os títulos e exemplares são adquiridos em número suficiente para a quantidade de alunos matriculados no curso e para a proposta pedagógica do curso. Além disso, a biblioteca agrupa as disciplinas de diversos cursos que utilizam o mesmo título, considerando um volume para cada 15 alunos matriculados no curso, e pelo menos três títulos básicos para cada disciplina. As obras são atualizadas à medida que são reeditadas.

O acervo da Biblioteca da FIMCA é composto por livros, periódicos, trabalhos acadêmicos, obras de referências e material audiovisual. Como participante institucional da base de dados do Centro Latino-Americano e do Caribe de Informações em Ciências da Saúde – BIREME está ligada a uma rede de mais de 100 bibliotecas, disponibilizando aos alunos e professores efetuarem pesquisas imediatas em materiais técnicos, especializados e atualizados de qualquer parte do mundo.

O acesso dos usuários as informações das bases de dados de acesso livre, dá-se através de Comutação Bibliográfica que permite obter, de outras bibliotecas, cópias de artigos de periódicos, teses e anais de congressos não existentes no acervo da Biblioteca, através do Serviço Cooperativo de Acesso ao Documento (SCAD) do Sistema Latino Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde – Sistema Bireme. Os periódicos e artigos de texto completo podem ser pesquisados na base de dados MEDLINE, hospedado na EBSCOHost, cujo conteúdo abrande mais de 1400 periódicos on line com indexação de mais de 1.500.00 artigos científicos da área de saúde. Além disso, a biblioteca dispõe do BIBLIOMED, a maior base de dados médicos da América Latina, com milhares de títulos indexados e download de livros on line. A biblioteca disponibiliza microcomputadores, no número de 20 (vinte), que estão disponibilizados para atendimento de pesquisas bibliográficas.

Atividades Práticas e Internato

Uma das vantagens do curso da FIMCA está no fato de contemplar, no projeto pedagógico, a inserção do aluno nas Unidades Básicas de Saúde desde o primeiro semestre, por meio da disciplina de Atenção Primária à Saúde. Nela, o estudante tem aulas práticas, nas quais acompanha e observa o atendimento médico, e mantém contato com conteúdos essenciais para o aprendizado e a integração do conhecimento da vida dos pacientes, tais como Contextualização da Política de Saúde Estadual e Municipal; Estratégia Saúde da Família: Territorialização; Trabalho em Equipe Multidisciplinar; Elementos Fundamentais da Atenção Primária à Saúde: Porta de Entrada do SUS; Integralidade e Longitudinalidade.

Outra característica importante é a manutenção de convênios com renomadas instituições e hospitais que permitem o contato dos estudantes com a realidade profissional e com as melhores práticas médicas adotadas no estado. A FIMCA conta com excelente estrutura para desenvolvimento de estágio e outras atividades que dependem de atuação prática, através de parcerias com as seguintes instituições:

Secretaria de Estado da Saúde – SESAU: Hospital de Base Ari Pinheiro (368 leitos), Hospital e Pronto Socorro João Paulo II (147 leitos), CEMETRON (89 leitos), Hospital Infantil Cosme e Damião (59 leitos), Policlínica Oswaldo Cruz;

Prefeitura Municipal de Porto Velho - Maternidade Municipal Mãe Esperança (73 leitos) e nas policlínicas, postos de saúde, programas de saúde coletiva e saúde da família do município.

Prefeituras Municipais do Interior - Com o objetivo de interiorizar o campo de estágio dos acadêmicos de Medicina, a FIMCA já assinou convênios para utilização da rede pública municipal de saúde com as prefeituras de Ariquemes, Jaru, Pimenta Bueno, Vilhena e Guajará-Mirim, que somam, ao todo, 418 leitos; e continua em contato com outros municípios para a assinatura de novos contratos de cooperação técnica.

Assim, outro diferencial do curso de Medicina oferecido pela FIMCA está relacionado ao internato, que tem duração de dois anos. Isso significa que os dois últimos anos do curso serão voltados para a prática em serviço de todos os níveis de atendimento à saúde, não só na capital, como no interior do estado.

Inscrições

Para o Coordenador do Curso de Medicina, Dr. Jorge Simon, o aumento no número de candidatos inscritos a cada vestibular realizado não é surpresa. Ocorre pela consolidação do curso, que vai formar sua primeira turma este ano. “Os candidatos percebem, cada vez mais, que a FIMCA não é mais somente referência na Odontologia. Medicina e outros cursos da área de saúde estão se destacando pela excelente qualidade oferecida pela FIMCA. Além do mais, oferecemos uma vida universitária muita intensa, com grande programação cultural e esportiva, aliada aos valores da responsabilidade social, pois estamos sempre presentes na comunidade, auxiliando e apoiando em nossa área específica de atuação”, concluiu.

As inscrições para o vestibular do Curso de medicina da FIMCA estão abertas desde o dia 28 de dezembro. As provas serão aplicadas no próximo dia 31 de janeiro, no Campus da FIMCA/METROPOLITANA e as inscrições podem ser feitas até o dia 29 deste mês, pela internet, no endereço www.fimca.com.br, ou pessoalmente na secretaria da instituição, mediante o pagamento da taxa de R$ 150,00 (cento e cinqüenta reais).

Fonte: Sergio Pires

Mais Sobre Cultura

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe