Porto Velho (RO) quinta-feira, 18 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

Jornada cultural da equipe do Festcine Amazônia Itinerante continua


Humberto Oliveira
 
A jornada cultural da equipe do Festcine Amazônia Itinerante continua
Desde fevereiro a equipe do Festcine Amazônia Itinerante realiza sua jornada cultural exibindo filmes e vídeos ambientais nas mais variadas localidades. Seja através do Rio Madeira no barco “Deus é Amor”, seja de ônibus, carro ou avião, o Itinerante cumpre sua missão: promover a importância da consciência ambiental assim como a formação de público através do cinema.
 
As atividades do Festcine têm sido destaques nas mais diversas publicações através da imprensa escrita – jornal impresso ou on line – televisão, rádio e, aonde quer que a equipe chegue para promover as sessões, o sucesso de público certamente tem compensado os obstáculos encontrados pelo caminho – a cheia do rio, estradas quase intransitáveis por causa das chuvas – no entanto nada disso fez com que a equipe demonstrasse desânimo. E assim seguem em frente.
 
A itinerância passou por São Carlos, Nazaré, Calama e Demarcação, Guajará-Mirim, Guayaramerin, Cachuela Esperanza e Ribeiralta (Bolívia), Porto Maldonado e Cusco (Peru), Acre, capital Rio Branco. Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena (Rondônia). E seguirá também para Manaus (Amazonas), Belém (Pará), Macapá (Amapá), Boa Vista (Roraima), Santiago de Cali, na Colômbia, e encerra a viagem em Coimbra, Portugal. De acordo com a organização do projeto, serão 114 horas de exibições, vistas por mais de 10 mil pessoas.

Nestas sessões promovidas pelo Festcine já foram exibidos vídeos como "São Carlos do Jamari", de Alejandro Bedotti, "Marcas da Amazônia" e "Na beira do Rio Madeira”, os dois de Jurandir Costa, o documentário dinamarquês "A Ferrovia do Diabo", as animações “Mapinguari, o defensor da floresta”; “Vida Maria”; “Árvore sagrada”; “Águas de Romanza”, “Leonel Pé de Vento”, os documentários - “A Rondônia de Maria dos índios”, “Profetas da chuva e da Esperança”, “Judas-Ahsverus”, de Rodrigo Neves e “O Tecido e a Borracha”, dirigido por Sérgio de Carvalho.

“Estas produções abordando a preservação do meio ambiente, contribuem para a formação de platéias e ao mesmo tempo, leva estes espectadores a refletirem sobre tema proposto”, explica o curador do Festcine, Jurandir Costa.

O Festcine Amazônia Itinerante conta com o patrocínio do Ministério da Cultura/Fundo Nacional de Cultura, Petrobras através da Lei Rouanet, tem ainda o apoio da senadora Fátima Cleide, deputado federal Eduardo Valverde, IBM, Unir, Secel e Prefeitura de Porto Velho.
 
Fonte: Ascom/Festcine Amazônia Itinerante
 

Mais Sobre Cultura

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe