Porto Velho (RO) terça-feira, 21 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

IPHAN inicia o Programa de Educação Patrimonial em Arqueologia nas escolas de Porto Velho/RO


                A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Rondônia / Iphan - RO dará início, no próximo mês de junho, ao Programa de Educação Patrimonial em Arqueologia (PEPA). As atividades ocorrerão junto às escolas públicas da rede municipal e estadual instaladas no município de Porto Velho/RO.

            Cumprindo com uma de suas atribuições, o de promoção do patrimônio arqueológico, membros do IPHAN irão palestrar sobre a arqueologia, inicialmente pelas escolas da capital rondoniense devido as facilidades logísticas. Após, o PEPA deverá seguir para outras cidades do interior de Rondônia, ampliando o acesso a outras comunidades.

            Conforme o arqueólogo do IPHAN em Rondônia, Danilo Curado, o programa foi inicialmente projetado para atender as escolas públicas devido às parcas condições materiais de acesso cultural por parte dos alunos. “Sabemos que o alunado da rede pública possui limitações quanto ao acesso aos bens culturais, nesse sentido, o PEPA prevê, de início, que as palestras sejam realizadas na rede pública. Todavia, aquelas escolas particulares que se interessarem pelo tema poderão solicitar e agendar uma visita do IPHAN na sua escola”, aborda Curado.

            Para o Superintendente do IPHAN em Rondônia, Beto Bertagna, o PEPA promoverá a uma significativa parcela da sociedade o acesso ao conhecimento sobre a temática arqueológica. “Dentro das nossas limitações de corpo técnico, pretendemos promover um projeto plurianual que tenha como escopo a importância do patrimônio arqueológico para a formação do cidadão brasileiro. Dando acessibilidade àqueles que não possuem esse trânsito, estaremos cumprindo com uma das principais atribuições como órgão gestor da cultura, que é a promoção do patrimônio cultural do Brasil”, afirma Bertagna.
 

Estrutura do PEPA

            O Programa de Educação Patrimonial em Arqueologia (PEPA) é voltado para o alunado do sexto (6º) ano do Ensino Fundamental, momento ao qual estes realizam atividades educacionais na disciplina de História que fazem referência ao passado pré-colonial brasileiro. Entretanto, apesar de ser direcionado ao terceiro ciclo do Ensino Fundamental, o PEPA pode ser acompanhado por todos os membros da escola.

            As palestras possuirão duração de 30 minutos de apresentação, realizando na sequência a abertura para o diálogo e dúvidas. Não havendo estrutura logística para a realização de palestras, o IPHAN encarregará de providenciar os equipamentos necessários para a sua execução.    Havendo interesse de outras escolas, inclusive as vinculadas à rede particular, o contato e solicitação pode ser realizado por meio do endereço eletrônico iphan-ro@iphan.gov.br ou pelo telefone (69) 3223-5490.

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio