Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

Iphan confirma revitalização do Forte Príncipe



O resgate do patrimônio histórico material e imaterial rondoniense está sendo priorizado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Entre os projetos que estão no plano de trabalho do Iphan está a revitalização do Forte Príncipe da Beira- monumento histórico nacional- localizado em Costa Marques.  Todo o trabalho de pesquisa histórica já foi realizado por arqueólogos, biólogos, engenheiros e arquitetos especialistas em construções do Século 18. Inicialmente a restauração arquitetônica inclui projeto de drenagem e saneamento das edificações, e a estabilização estrutural.

A informação foi repassada pelo presidente do Iphan, Luis Fernando de Almeida durante visita ao Forte Príncipe da Beira. "Este projeto não se concretiza com a revitalização. Além da preocupação com a preservação deste monumento histórico, precisamos viabilizar um programa de integração regional, nacional e também internacional, considerando a proximidade com a Bolívia", defendeu Almeida que estava acompanhado da deputada Federal Marinha Raupp (PMDB). Além do município de Costa Marques, Almeida também visitou os municípios de Porto Velho, Guajará Mirim, Costa Marques e Ariquemes.

Em Costa Marques, o representante do Iphan também recebeu pedido de registro de bem cultural de natureza imaterial para a Festa do Divino Espírito Santo do Vale do Guaporé. Luis Fernando que participou da 115ª edição das celebrações religiosas ficou surpreso com a grandiosidade cultural do evento que conta com a participação de centenas de comunidades ao longo do Rio Guaporé. Segundo ele, a preservação desta tradição só foi possível graças ao comprometimento da comunidade em transmitir a tradição aos filhos e netos por meio do envolvimento das crianças nas celebrações.

De acordo com o superintendente Beto Bertagna, a visita do presidente do Iphan a Rondônia faz parte da estratégia de fortalecimento da identidade do Instituto junto aos poderes constituídos e a comunidade local. "Estamos trabalhando pelo resgate histórico, mas também para criar uma maior consciência sobre o valor cultural que estes monumentos têm para a preservação da memória dos rondonienses. As pessoas precisam conhecer o valor histórico destes bens".

No roteiro também foi incluído vistorias in loco aos trabalhos de resgate dos sítios arqueológicos das áreas de construção das hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau. Luis Fernando vistoriou as obras e também os projetos que estão sendo executados para assegurar o resgate de peças e objetos das antigas civilizações. Na avaliação do presidente do Iphan, o trabalho de estudo, resgate e preservação que está sendo realizado na área das usinas vai constituir em documento que será referência para a história regional.

A deputada Marinha Raupp classificou a visita do presidente do Iphan como sendo fundamental para consolidar os projetos que o instituto tem para o estado de Rondônia. Segundo a parlamentar, por intermédio do Iphan abre-se uma perspectiva de integrar o resgate patrimonial histórico e o desenvolvimento destas regiões que estão a margem do processo de desenvolvimento. Como exemplo, Marinha Raupp citou o município de Guajará Mirim e Costa Marques que detém espaços históricos a serem resgatados e preservados.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Cultura

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe

Cineamazônia participa do 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente em Portugal

Cineamazônia participa do 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente em Portugal

O Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental, realizado todos os anos em Porto Velho/RO, é um dos três festivais de cinema ambiental brasileiros e um