Porto Velho (RO) quarta-feira, 29 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Inicia II Seminário de Patrimônio Cultural de Porto Velho


 
A Fundação Cultural de Porto Velho realizou com sucesso a segunda edição Seminário de Patrimônio Cultural, com o tema: “Juntos pela preservação de nossa história”. O evento teve o objetivo de junto com a sociedade civil organizada, discutir os vários aspectos da questão patrimonial e obter diretrizes para uma legislação municipal de patrimônio cultural.

Segundo o presidente da Funcultural, Antônio Jorge, o seminário teve como missão exercer a difícil tarefa de buscar a identidade de Porto Velho e preservar um patrimônio que vai traduzir a identidade do povo e da cidade. “Estamos fazendo história, vamos participar da feitura desta carteira de identidade da cidade, identificar uma capital da região Norte que tanto teve e ainda tem importância para o nosso país. Quero agradecer ao prefeito Mauro Nazif por dar total apoio para a cultura de Porto Velho. Vamos conhecer mais de perto a nossa história”, afirmou ele.

O seminário contou com parcerias como o Fórum de Patrimônio Municipal, Iphan, Unir e sociedade civil organizada. A colaboradora, Doutora Aline Montenegro Magalhães, representante do Instituto Brasileiro de Museus, trouxe reflexões sobre estudos realizados pelos Ibram. “É importante esse seminário para perceber o desejo de memória que a população tem, pois, não adianta fazer museus e preservar as coleções e achar que tudo já está pronto. É preciso um trabalho contínuo de educação e participação da sociedade e poder público”, explica a doutora.

Marcelle Pereira representante da Unir, trabalhou a questão do patrimônio cultural e a sua identidade e contemporaneidade. “Nossa cidade vive hoje problemas sérios quanto ao patrimônio, sua conservação e gestão. Vamos viabilizar e discutir sobre isso e ter uma legislação que será mais uma ferramenta para que a Prefeitura e população possa usar para cuidar do patrimônio”, comenta Marcelle.
O convidado Deyvesson Israel Alves Gusmão discorreu sobre a experiência de Rio Branco quanto ao seu patrimônio cultural. “Queremos contribuir apontando princípios e diretrizes aplicadas em Rio Branco, Acre e ver se são cabíveis aqui. No acre temos uma sinergia entre as instituições de cultura”, disse.

Durante a programação aconteceram também os grupos de trabalho dentro de três eixos temáticos sobre Patrimônio Cultural: Identidade, Contemporâneo e Identidade Amazônica. Os grupos tratam sobre Gestão do Patrimônio Cultural, Processo de Tombamento e Registro de patrimônios Culturais- Inventário de bens. Aplicação de Penalidade: Regras de proteção e conservação de bens tombados e registrados.

Também colaboraram Aline Montenegro Magalhães do Ibram, Berenice Tourinho reitora da Unir, Marco Antônio Domingues Teixeira, Universidade federal de Rondônia, Diego Dionísio, pesquisador de São Paulo e Flávio Morais.

Fonte: Rebeca Barca

Mais Sobre Cultura

Agenda de shows e gastronomia do Mercado Cultural de Porto Velho

Agenda de shows e gastronomia do Mercado Cultural de Porto Velho

Os cantores Silvinho Santos, Roosevelt Matos, Edmilson Gama, Iná, Jailton dos Teclados, Beto Cezár, Grupo Melodia e o Trio Forrozada, são as atrações

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em