Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

FIMCA abre turma especial de Arquitetura e Urbanismo



Para atender a crescente demanda de profissionais qualificados no setor da construção civil em Rondônia, a FIMCA – Faculdades Integradas Aparício Carvalho resolveu abrir, já neste segundo semestre, uma turma especial para o curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo.

A data da prova do processo seletivo já está definida para o dia 29 de agosto e o início das aulas previsto para o dia 1º de setembro.  As inscrições, ao preço de R$ 20,00 (vinte reais), poderão ser realizadas no período de 10 a 27 de agosto. Serão oferecidas 60 vagas e as mensalidades terão o custo de R$ 370,00 (trezentos e setenta reais), se forem pagas até o dia 1º de cada mês. O curso terá a duração de quatro anos e as aulas serão no período noturno.


Oportunidade única


“Trata-se, realmente, de uma turma especial, com preços de inscrição e mensalidades diferenciados e quem quiser se graduar nessa área deve aproveitar agora, pois a qualidade do curso e as condições que estamos oferecendo não serão encontradas em nenhum outro lugar do Brasil e jamais serão repetidas aqui na FIMCA. É pegar ou largar”, alerta o diretor geral da instituição, o médico Aparício Carvalho. Outra vantagem que a FIMCA está oferecendo para esta turma especial é que, se o candidato aprovado já estiver matriculando em outro curso, em qualquer faculdade do Brasil, sua taxa de matricula será imediatamente quitada, bastando para isso que ele apresente o recibo do pagamento efetuado na instituição onde iria estudar.


Mercado aquecido

Segundo o coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo da FIMCA, Oswaldo Canizares, o mercado local nunca esteve tão aquecido para a indústria da construção civil quanto agora, oferecendo nítidas vantagens para o sucesso profissional de arquitetos e urbanistas. “As obras do PAC e das Usinas Hidrelétricas do Madeira estão impulsionando o setor da construção civil em Rondônia e transformando nossas cidades em grandes canteiros de obras. São casas, prédios residenciais e edifícios comerciais, além das obras de infra-estrutura como rodovias, pontes, portos, aeroportos, ampliação da rede de esgoto e distribuição de água, que geram grande demanda por especialistas de várias áreas, entre eles arquitetos e urbanistas” ressalta o coordenador.

Para Oswaldo Canizares essa é uma das áreas que possuem amplo leque de atuação, pois paisagistas e urbanistas encontram lugar na administração de praças e parques, nas prefeituras municipais, para realizar o reordenamento territorial e organizar a distribuição de terras, e em construtoras de condomínios de luxo. A possibilidade de abrir o próprio escritório também existe, embora seja mais difícil para o recém-formado, com pouca experiência. Empresas privadas de diversos ramos de atuação, como criação de mobiliário, cerâmica e montagem de cozinhas, também têm oferecido vagas para o arquiteto.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Cultura

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe

Cineamazônia participa do 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente em Portugal

Cineamazônia participa do 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente em Portugal

O Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental, realizado todos os anos em Porto Velho/RO, é um dos três festivais de cinema ambiental brasileiros e um