Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

Filme rondoniense participa da XIII Mostra de Cinema África de Barcelona



Filme rondoniense participa da XIII Mostra de Cinema África de Barcelona

A produção cinematográfica rondoniense ultrapassa fronteiras e ganha visibilidade e prestígio com a participação do documentário Quilombagem, de Jurandir Costa e Fernanda Kopanakis, na XIII Mostra de Cinema África de Barcelona que acontece de 6 a 13 de novembro de 2008. O filme é uma co-produção de Jurandir Costa, CL Vídeo Produções, Fundação Cultural Iaripuna, através de seu presidente Júlio Yriarte e Fundação Padre Anchieta - TV Cultura.

De acordo com Jurandir Costa o documentário foi convidado para participar da Mostra com o objetivo de representar o Ministério de Cultura do Brasil. "A Associação Cultural l'Ull Anònim trabalha a difusão do cinema africano na Espanha  e África e dedica especial atenção ao audiovisual afrolatinoamericano através a sua sessão Mama África com o objetivo de fomentar os encontros e projetos entre criadores latinos americanos e africanos",explica.

Este projeto tem o suporte do Ministério do Exterior da Espanha (AECID), de Ayuntamiento de Barcelona e de Generalitat de Catalunya.

O documentário Quilombagem aborda o drama e a resistência de duas comunidades Quilombolas - Santo Antônio do Guaporé e Pedras Negras, situadas na fronteira do Brasil com a Bolívia, em plena floresta amazônica. O filme promove uma revisão histórica, contextualizando o drama diário das comunidades com a falta de transporte, acesso precário à saúde e educação, a tragédia das famílias que foram expulsas para as cidades mais próximas, e o conflito fundiário instalado pelo IBAMA, a partir da criação de uma reserva biológica no território quilombola. Filme rondoniense participa da XIII Mostra de Cinema África de Barcelona  - Gente de Opinião

A Comunidade de Santo Antônio do Guaporé está situada numa área que atualmente é reserva biológica sendo que antes do governo criar esta reserva, eles já estavam lá. Já a comunidade de Pedras Negras, que também está numa reserva biológica criada pelo governo federal, tem uma estrutura melhor e bem diferente de Santo Antônio, pois eles exploram um castanhal e que somente agora as pessoas que ali moram se deu conta eles são donos e isso é mostrado no filme.

Quilombagem tem 52 minutos de duração e foi o vencedor do DOCTV III em Rondônia. A trilha sonora é do consagrado percussionista e compositor Nana Vasconcelos. O texto do poeta Carlos Moreira complementa o que não é dito pelas pessoas das duas comunidades captadas pela câmera de Auristênio "Filhão" Rodrigues e a edição de Gilmar dos Santos.

Fonte: Ascom/FestCine

Mais Sobre Cultura

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe

Cineamazônia participa do 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente em Portugal

Cineamazônia participa do 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente em Portugal

O Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental, realizado todos os anos em Porto Velho/RO, é um dos três festivais de cinema ambiental brasileiros e um