Porto Velho (RO) terça-feira, 26 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Cultura

Filme rondoniense participa da XIII Mostra de Cinema África de Barcelona



Filme rondoniense participa da XIII Mostra de Cinema África de Barcelona

A produção cinematográfica rondoniense ultrapassa fronteiras e ganha visibilidade e prestígio com a participação do documentário Quilombagem, de Jurandir Costa e Fernanda Kopanakis, na XIII Mostra de Cinema África de Barcelona que acontece de 6 a 13 de novembro de 2008. O filme é uma co-produção de Jurandir Costa, CL Vídeo Produções, Fundação Cultural Iaripuna, através de seu presidente Júlio Yriarte e Fundação Padre Anchieta - TV Cultura.

De acordo com Jurandir Costa o documentário foi convidado para participar da Mostra com o objetivo de representar o Ministério de Cultura do Brasil. "A Associação Cultural l'Ull Anònim trabalha a difusão do cinema africano na Espanha  e África e dedica especial atenção ao audiovisual afrolatinoamericano através a sua sessão Mama África com o objetivo de fomentar os encontros e projetos entre criadores latinos americanos e africanos",explica.

Este projeto tem o suporte do Ministério do Exterior da Espanha (AECID), de Ayuntamiento de Barcelona e de Generalitat de Catalunya.

O documentário Quilombagem aborda o drama e a resistência de duas comunidades Quilombolas - Santo Antônio do Guaporé e Pedras Negras, situadas na fronteira do Brasil com a Bolívia, em plena floresta amazônica. O filme promove uma revisão histórica, contextualizando o drama diário das comunidades com a falta de transporte, acesso precário à saúde e educação, a tragédia das famílias que foram expulsas para as cidades mais próximas, e o conflito fundiário instalado pelo IBAMA, a partir da criação de uma reserva biológica no território quilombola. Filme rondoniense participa da XIII Mostra de Cinema África de Barcelona  - Gente de Opinião

A Comunidade de Santo Antônio do Guaporé está situada numa área que atualmente é reserva biológica sendo que antes do governo criar esta reserva, eles já estavam lá. Já a comunidade de Pedras Negras, que também está numa reserva biológica criada pelo governo federal, tem uma estrutura melhor e bem diferente de Santo Antônio, pois eles exploram um castanhal e que somente agora as pessoas que ali moram se deu conta eles são donos e isso é mostrado no filme.

Quilombagem tem 52 minutos de duração e foi o vencedor do DOCTV III em Rondônia. A trilha sonora é do consagrado percussionista e compositor Nana Vasconcelos. O texto do poeta Carlos Moreira complementa o que não é dito pelas pessoas das duas comunidades captadas pela câmera de Auristênio "Filhão" Rodrigues e a edição de Gilmar dos Santos.

Fonte: Ascom/FestCine

Mais Sobre Cultura

Sicoob Credisul lança concurso de fotografia Somos Todos Guaporé

Sicoob Credisul lança concurso de fotografia Somos Todos Guaporé

A Sicoob Credisul lançou na noite de quarta-feira, 20/03, o concurso de fotografia Somos Todos Guaporé, do Rio Guaporé. O lançamento aconteceu duran

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

Com bastante antecedência e foco no cumprimento de sua missão, a Escola de Samba Asfaltão realizou no ultimo dia 16 de março, seu Planejamento Estraté

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

O espetáculo ÍFÈ, da Companhia Beradera de Teatro, estreia neste sábado (23), às 20h, em Porto Velho e tem como inspiração a história de importante fi

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Sonhos de MarçoPorto de sons e sonhos...Em marçouma paisagem sonorade cantos...um cenário a partecenas se repartem ese juntam em melodiasdiferentesDe