Porto Velho (RO) quarta-feira, 29 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Filme Catarinense chega aos Cineclubes de todo País


Cleide Fátima

Considerada a principal atividade de divulgação do documentário, uma ação conjunta entre Conselho Nacional de Cineclubes, presidido pelo cineasta Luz Alberto Cassol, e as empresas produtoras, está distribuindo o média metragem em todo o Brasil.

A estratégia finaliza com êxito a trajetória singular a qual a produção tem percorrido. Os idealizadores do média lembram que tudo começou com as projeções públicas em cinco estados do Sul e Sudeste. Apresentado em turnê em 80 cidades, o filme ferroviário atraiu um público superior a 130 mil expectadores em mais de 120 sessões. Exibido para todo o país por renomadas emissoras como TV Senado e Canal Terra Viva do Grupo Band, agora chega ao cinema.

Memorável Trem de Ferro, documentário que conta a história centenária da Ferrovia SP – RS, é considerado um ícone do cinema nacional: Aparece em mais de 250 mil citações na rede mundial de computadores em buscas em sites como o Google. Vencedor do principal prêmio do Festival Nacional de Cinema e Vídeo Rural, como melhor fotografia, o primeiro documentário catarinense lançado no mercado em Blu ray, reascendeu em 2011 o debate parlamentar pela retomada das ferrovias no país.

A grande aposta agora para a consolidação definitiva do projeto é Circuito Nacional Cineclubista, um espaço nobre, que congrega 500 salas de projeção em todo o país. Para os diretores Ernoy Mattiello e Vilmar Sartori, a parceria com a principal entidade do cineclubismo na América Latina, além de oportunizar a difusão cultural e acesso livre ao cinema, também é uma forma de valorizar e incentivar as salas de cinema alternativo filiadas ao CNC.

A grande novidade do circuito é que além de Memorável Trem de Ferro, documentário histórico dos Cem Anos de uma das principais ferrovias do país, os cineclubes também vão receber um outro importante título: É Heimatland, documentário o qual faz um apanhado da trajetória festiva do Kerb, uma comemoração alemã a qual acontece em centenas de cidades do Sul do país, cuja origem do evento é discutida no filme de 2009.

E como o circuito é em dose dupla, para garantir que as obras cheguem aos quatro cantos do país, os cineastas catarinenses, realizaram uma verdadeira maratona de trabalho, que exigiu esforços coletivos. Distante dos grandes centros distribuidores do país, as ações contaram com uma ajuda muito especial. A equipe de voluntariado da Igreja Luterana de Piratuba - SC. A parceria com a instituição religiosa apresenta números expressivos. Além de 3 mil e quintos destinos de envio do filme ferroviário, outros 2 mil endereços os quais devem receber a obra sobre a história do Kerb são pastores da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil. Muito embora a festa alemã a qual originou Heimatland, também seja realizada pela Igreja Católica, na maioria das cidades a tradição é mantida pelos Luteranos.

Diretor Geral dos Projetos Heimatland e Memorável Trem de Ferro, Ernoy Mattiello salienta que os documentários fazem nenhum tipo de alusão a religiosidade, no entanto afirma que além do apoio voluntário, o segredo para o sucesso de todo o trabalho está em Deus. A distribuição dos filmes tanto para entidades, Igrejas Luteranas, emissoras de TV e cineclubes é gratuita, com indicação para Circuito Nacional de Cineclubismo prevista para Fevereiro.

Mais Informações em: www.memoraveltremdeferro.com.br  

Fonte: Cleide Fátima
 

Mais Sobre Cultura

Agenda de shows e gastronomia do Mercado Cultural de Porto Velho

Agenda de shows e gastronomia do Mercado Cultural de Porto Velho

Os cantores Silvinho Santos, Roosevelt Matos, Edmilson Gama, Iná, Jailton dos Teclados, Beto Cezár, Grupo Melodia e o Trio Forrozada, são as atrações

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em