Porto Velho (RO) segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Filho de Clodoaldo Nunes de Almeida lança livro contando história de vida do pai


 
Magda Oliveira – Clodoaldo Nunes de Almeida foi o responsável por introduzir a cultura do café no estado de Rondônia, falecido em julho de 1.981, o pioneiro recebeu como homenagem uma escola e um bairro em Cacoal que leva o seu nome. Sabendo da importante contribuição que seu pai deixou não só para Cacoal, mas para todo o estado de Rondônia, Seu Damião Moreira Nunes, filho mais velho de Clodoaldo e sua filha Tereza Neide Nunes Vasconcelos,

Filho de Clodoaldo Nunes de Almeida lança livro contando história de vida do pai - Gente de Opinião

Filho de Clodoaldo Nunes de Almeida lança livro contando história de vida do pai

resolveram escrever um livro contando a história de vida de Clodoaldo.

O lançamento do livro “Entre Carnaúbas, Mandacarus, Castanheiras e Cafezais – A Saga de Clodoaldo Nunes e sua família pelos caminhos do Brasil”, está previsto para o dia 14 de novembro, no auditório da UNIR, as 20h00. Segundo Seu Damião a explicação do título é simples, ““carnaúba e mandacaru” são duas plantas nativas encontradas no Nordeste do Brasil, onde meu pai viveu durante 50 anos. “Castanhal” é a planta original da Fazenda Castanhal, que é onde vivemos desde que chegamos e transformamos em fazenda de café, com muitos “cafezais” e “caminhos do Brasil” é que antes de chegar a Rondônia, nós moramos em São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul”.

De acordo com Seu Damião a família de Clodoaldo chegou à Rondônia em maio de 1.965, quando só existiam as vilas Vilhena, Pimenta Bueno e Ji-Paraná e as cidades Porto Velho e Guajará-Mirim. Eles se instalaram na fazenda Castanhal, onde moram até hoje. A plantação de café que existe na fazenda foi cultivada com a ajuda dos filhos, André Moreira Nunes e o autor do livro Damião.

O livro segundo o autor, além de contar a história de Clodoaldo, também retrata o desenvolvimento da região de Rondônia e Acre com a ação do 5º BEC, INCRA, transposição de território para Estado e questões do meio ambiente, “convido todos a prestigiarem o lançamento do livro, este livro foi uma forma que encontrei de homenagear o meu pai, por todo o trabalho que ele desenvolveu em Rondônia, é uma forma também de resgatar a história do nosso Estado que é esquecida por muitos”, convidou para participar do evento Seu Damião.

Fonte: Magda Oliveira
Jornalista DRT 966/RO

 

Mais Sobre Cultura

Tudo pronto para o desfile da Banda do Vai Quem Quer

Tudo pronto para o desfile da Banda do Vai Quem Quer

A presidente do maior bloco de carnaval de rua da Região Norte do país, Siça Andrade, confirma que já está tudo pronto para a Banda invadir as ruas e

ExpoPorto 2020 inicia preparativos com a proposta de trazer novidades

ExpoPorto 2020 inicia preparativos com a proposta de trazer novidades

Com previsão de acontecer em agosto deste ano, a Exposição Agropecuária Festa Tecnológica de Porto Velho (ExpoPorto) promete trazer grandes novida

Mercado Cultural terá cinco eventos em três dias de folia

Mercado Cultural terá cinco eventos em três dias de folia

A prefeitura de Porto Velho, através da Fundação Cultural (FUNCULTURAL) preparou uma super programação de Carnaval que inclui atividades para crianças

Liga sai em defesa dos blocos carnavalescos de trio elétrico de Porto Velho

Liga sai em defesa dos blocos carnavalescos de trio elétrico de Porto Velho

O presidente da Liga dos Blocos Carnavalescos de Porto Velho Mavignier Ferro falou na manhã desta quarta-feira sobre a intenção de alguns ativistas cu