Segunda-feira, 22 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Cultura

Festcine Amazônia Itinerante promove exibições em Guajará-Mirim e na Bolívia


 

Depois dos distritos da BR 364, das comunidades ribeirinhas do Baixo Madeira a equipe do Festcine Amazônia Itinerante seguiu para a cidade de Guajará-Mirim onde participou e deu início as comemorações do aniversário do município. Os filmes e vídeos foram exibidos no Estádio João Saldanha cujas arquibancadas e cadeiras ficaram lotadas, marcando desta forma mais uma noite de sucesso para o Festival.

Segundo Fernanda Kopanakis o ponto alto da sessão aconteceu quando da exibição dos documentários, Maria dos Índios, de Rogério Moraes e A Ferrovia do Diabo, filme dirigido por Simon Plum. “Filhos e netos de antigos ferroviários se emocionaram relembrando os relatos dos parentes, o auge da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré assim como as muitas histórias das viagens que ligavam as cidades da ferrovia. Realmente um momento especial e emocionante”.

“Ficou explicito para nossa equipe a necessidade de resgate e de preservação deste patrimônio material e emocional da Ferrovia estampada nos olhares, rostos e comentários do público durante a exibição do documentário sobre a Estrada de Ferro e que também elogiaram a iniciativa do Festival, que teve o apoio da prefeitura local e do comitê binacional Brasil-Bolivia”, complementou Fernanda.

O evento contou com a presença do prefeito Dedé de Melo que deu as boas vindas para a equipe do Itinerante e afirmou que o Festival ajuda a resgatar a história e a memória do povo de Rondônia.

Depois de Guajará-Mirim, a itinerância seguiu caminho para Guayara (Bolívia) onde foi dada continuidade as sessões de filmes e vídeos. Tivemos o apoio das escolas e da prefeitura assim como do produtor local, o professor universitário chamado Abrão. O evento foi realizado no Palácio das Artes, local bonito e que estampa em fotografias e material bibliográfico a memória de artistas, professoras, poetas, músicos, jornalistas, advogados e outros da região do Beni.

Em Cachuela Esperanza, cidade que fica na selva fechada foi construída por Dom Nicolas, seringalista e um dos maiores "visionários capitalistas” da época da borracha. O festival foi exibido no Teatro feito por Dom Nicolas. “A cidade é cinematográfica e as corredeiras do rio Mamoré são impressionantes. Há certa indignação na localidade com relação ao projeto de se construir uma hidrelétrica nessa região. A cidade é tombada pela Unesco como patrimônio mundial”.

De acordo com Carlos Levy – “A sala de exibição estava lotada durante a sessão e muitos dos presentes jamais tinham visto uma tela de cinema. Quanto mais distante e desprovido a localidade mais parece que o cinema e essa itinerância fazem sentido”.

Na cidade de Riberalta o Itinerante contou com o apoio da prefeitura local através da secretaria de educação e meio ambiente. Os filmes e vídeos foram exibidos num Coliseu (estádio) e estava também lotado por estudantes e comunidade local. “A receptividade foi muito boa. Assim como a ida, o retorno foi uma aventura também. Ficamos dois dias aguardando a liberação da Marinha para a travessia ao Brasil pois o Rio Mamoré não apresentava condições de segurança para o transporte dos carros”, explicou Jurandir Costa.

O Itinerante iniciou a terceira etapa da jornada cultural desde a última quinta-feira (10 de abril) em Ariquemes no Centro Cultural de Ariquemes. Na sexta-feira a equipe seguiu para Ji-Paraná onde realizou exibições no Teatro Dominguinhos. No sábado a itinerância se apresenta no Teatro Cacilda Becker, em Cacoal. Domingo (13 de abril) é a vez de Vilhena (Colégio Álvares de Azevedo). Na próxima sexta-feira (28 de abril) o Festival chega a Rio Branco (Acre) para sessões na Biblioteca da Floresta Marina Silva.

O Festcine Amazônia Itinerante conta com o patrocínio do Ministério da Cultura, Petrobrás através da Lei Rouanet, tem ainda o apoio da senadora Fátima Cleide, deputado federal Eduardo Valverde, IBM, Unir, Secel e Prefeitura de Porto Velho. 

Fonte: Ascom -  Festcine Amazônia Itinerante

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 22 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa francês de rádio disponibiliza arquivos do especial de música rondoniense

Programa francês de rádio disponibiliza arquivos do especial de música rondoniense

A inserção da música rondoniense em uma programa radiofônico de Marselha, a segunda maior cidade da França, está disponível de forma permanente em u

Estudantes de Jornalismo da Unir lançam revista sobre música de Rondônia

Estudantes de Jornalismo da Unir lançam revista sobre música de Rondônia

Uma reunião estratégica foi realizada no último dia 04, no gabinete do governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha. O Diretor-Superintendente do Se

Escola Pé de Murici recebe atividades do Projeto Cine Itinerante "Do mar do Caribe à beira do Madeira" nesta sexta-feira (05)

Escola Pé de Murici recebe atividades do Projeto Cine Itinerante "Do mar do Caribe à beira do Madeira" nesta sexta-feira (05)

Nesta sexta-feira (05 de julho), as ações do Projeto Cine Itinerante “Do mar do Caribe à beira do Madeira: Educação, Arte e Cultura cinematográfica

Gente de Opinião Segunda-feira, 22 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)