Porto Velho (RO) quarta-feira, 17 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

FEST CINE AMAZÔNIA: Cinema e emoção marcam estréia em Jacy-Paraná



Eram dezenove horas quando teve início a abertura da Itinerância do FestCine Amazônia no Distrito de Jacy-Paraná. A tenda montada em frente à Escola Joaquim Vicente Rondon, enquanto caía uma chuva fina, a platéia ávida por cinema, aguardava o início das projeções dos filmes e vídeos daquela noite.

Mulheres, crianças, homens, jovens e adultos de várias idades formavam o público de mais de 300 pessoas ali presentes. A abertura foi feita com a presença dos idealizadores, Jurandir Costa, Carlos Levi e Fernanda Kopanakis além do administrador Bengala e da diretora Neiba, representando a Semed no evento. O primeiro momento de emoção da noite aconteceu quando Fernanda Kopanakis homenageou Marilene Costa (irmã de Jurandir) colaboradora do Festival desde o início, que ali não poderia estar mais presente, mas brilhava como uma estrela nos céus de sonhos e poesia.
 
O primeiro filme a ser exibido é a animação Mapinguari, o Protetor da Floresta, de Caó Cruz Alves que causou grande alvoroço nas crianças. Depois foi a vez do documentário A Rondônia de Maria dos Índios (colocar nome do diretor), que de forma comovente e belas imagens, relata o processo de ocupação de Rondônia. Todos assistem em silêncio profundo como se reconhecessem nas imagens que estão vendo, assim como dos relatos a própria história de desbravamento do Estado.

Em seguida foram exibidas as animações, Vida Maria, de Marcio Ramos, Na Corda Bamba, dirigido por Marcos Buccini e ainda Profetas da Chuva e da Esperança, de Márcia Paraíso; Leonel Pé de Vento animação de Jair Giacomini e por fim, o filme dinamarquês Djaevelens Jerbane/The Devil's Railroad" (A Ferrovia do Diabo) com roteiro de Christian Kaarsberg e direção de Simon Plum, um filme que trata da construção da Ferrovia Madeira Mamoré.

Durante a exibição do filme A Ferrovia do Diabo, as pessoas se mantiveram em silêncio, as crianças não davam um pio sequer e logo víamos que aos poucos eles iam se reconhecendo na história ali mostrada, como por exemplo quando são mostradas imagens da Ponte de Jacy no filme, surge como se estivéssemos ali homenageando aquela população e as pessoas se emocionam.

O triste relato das vidas que se perderam parece se intensificar na fisionomia de cada um, a identificação com sua própria história é uma realidade e faz com que todos ali presentes permaneçam atentos a tudo que está sendo exibido na tela e quando os créditos finais começam a aparecer marcando o final da exibição, o público começa a aplaudir e estes aplausos confirmam o sucesso do evento”.essa foi a avaliação feita pelos organizadores.

A itinerância do FestCine Amazônia segue nessa semana para os distritos de União Bandeirantes, Mutum Paraná dia 14, Abunã dia 15 , Fortaleza do Abunã dia 16, Extrema dia 17, Nova Califórnia dia 18  além dos distritos do Baixo Madeira que nos próximos dias 24 em São Carlos, 25 em Nazaré, 26 em Calama e dia 27 de Março em Demarcação.

De acordo com Jurandir Costa, - “Todas as capitais da Região Norte assim como o interior do Estado de Rondônia e mais quatro países receberão o Festival. Podemos afirmar que a Amazônia respira cinema”. Jurandir disse ainda que o grande objetivo do FestCine Amazônia Itinerante é integrar cineastas, produtores e agentes do audiovisual com outros de regiões e países diferentes e, claro, mostrar que Rondônia é produtor de excelentes trabalhos."

O FestCine Amazônia Itinerante tem o patrocínio do Ministério da Cultura, Petrobras através da Lei Rouanet, conta com o apoio da Senadora Fátima Cleide, Deputado Federal Eduardo Valverde, IBM, Unir, Secel e Prefeitura de Porto Velho.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Cultura

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe