Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Cultura

Ensino médico deve atentar para a questão do direito, diz oncologista


   

Com os constantes avanços na relação médico-paciente e o maior esclarecimento do cidadão sobre determinadas doenças, necessário se faz que os cursos superiores de medicina incluam na grade curricular o ensino do Direito Médico. A opinião é do médico oncologista e mastologista José da Fonseca Tinoco Filho, para quem essa uma matéria cada vez mais imprescindível no dia-a-dia do profissional da medicina.

Enquanto as faculdades não atentam para a questão, adverte Tinoco, os acadêmicos de medicina, bem como os médicos e especialistas, devem procurar atualização sobre direito médico em cursos, encontros e simpósios, como o III Encontro de Direito Médico de Rondônia. Por esta razão, segundo ele, o Hospital das Clínicas está apoiando este importante evento, que contribui para o aperfeiçoamento da relação médico-paciente. O encontro acontece nesta quinta-feira (18 de setembro), a partir das 14h, no auditório da Faculdade São Lucas, em Porto Velho.   

O médico acentua ainda que "a medicina está sendo aprimorada e, no mundo cada vez mais globalizado, é de extrema relevância que o paciente tenha direitos específicos, não para a mercantilização da medicina, mas para a proteção do cidadão e a garantia de que os médicos sejam verdadeiramente éticos. Nesse sentido, a relação médico-paciente não deve ser tornar puramente comercial, mas uma relação de confiança e respeito pela vida", diz.

O III Encontro de Direito Médico de Rondônia é uma realização do escritório Cândido & Henrique, Advogados Associados em parceria com o Hospital das Clínicas, Hospital 9 de Julho, Unimed-Rondônia, Clínica Masterplástica, Secretaria de Estado da Saúde, Faculdade São Lucas e Lucas – Assessoria.

A exemplo das edições anteriores, a coordenação do evento convidou palestrantes de renome nacional, como a professora de Direito Civil do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Estadual de Maringá (PR), Ana Cláudia Pirajá Bandeira, e o ex-presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, desembargador Renato Martins Mimessi, atual vice-diretor da Escola de Magistratura (Emeron).

Fonte: Ascom

Mais Sobre Cultura

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

Com bastante antecedência e foco no cumprimento de sua missão, a Escola de Samba Asfaltão realizou no ultimo dia 16 de março, seu Planejamento Estraté

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

O espetáculo ÍFÈ, da Companhia Beradera de Teatro, estreia neste sábado (23), às 20h, em Porto Velho e tem como inspiração a história de importante fi

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Sonhos de MarçoPorto de sons e sonhos...Em marçouma paisagem sonorade cantos...um cenário a partecenas se repartem ese juntam em melodiasdiferentesDe

FERROVIÁRIOS ELEGEM NOVA EXECUTIVA SOB PROMESSA GOVERNAMENTAL BOTAR O TREM PRA ANDAR

FERROVIÁRIOS ELEGEM NOVA EXECUTIVA SOB PROMESSA GOVERNAMENTAL BOTAR O TREM PRA ANDAR

Porto Velho, RONDÔNIA - Ainda sem local adequado para se instalar e funcionar como em décadas atrás, a nova diretoria da Associação dos Ferroviári