Porto Velho (RO) terça-feira, 23 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

EMMANOEL GOMES - INTIMIDADE




INTIMIDADE
 
 
Tenho medo do meu tempo,
dos olhos, becos, bocas, avenidas,
praças e corações, medo das
almas que em mim são inseridas.
 
Não se vive para si.
Os outros são os motivos
dos atos de cada instante.
Somos para os outros
Sempre e incessante.
 
 Sou atento para os outros,
que não atentam pra mim.
Egos, vaidades, preciosismos,
nascem com Narciso e no plural põem um fim.
 
O amor é curto e passageiro.
A amizade distante, difícil, material.
Lealdade? Desconhecida, impraticável sem razão.
Sinto meu tempo e quase tudo é trivial.
 
Quero fugir da sociedade sufocante.
Agir como um índio inocente.
Tratar as gentes com doçura.
Cantar passarinhos, florestas, rios,céu, vento,
tudo que lembrar no meu repente.
 
Espantar esse medo que me invade,
abraçar com ternura meus estranhos
gritar a todos com sinceridade,
trocar os pesadelos pelos sonhos.
 
Todos poderão fazer por mim,
meu futuro minha eternidade.
Está em cada um de nós
Os nós da felicidade.
 
 
 
 

Mais Sobre Cultura

Wankabuki lança campanha de financiamento coletivo

Wankabuki lança campanha de financiamento coletivo

O Grupo de Teatro Wankabuki, sediado no município de Vilhena (RO), lançou através da plataforma Catarse, uma nova campanha de financiamento coletivo p

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios