Porto Velho (RO) quinta-feira, 18 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

EDUCAÇÃO: Aprovado na Câmara, PCCR retorna para o Executivo



A qualificação profissional, visando o aprimoramento permanente do ensino e assegurado através de cursos de formação é uma das propostas apresentada no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos trabalhadores da educação do município de Porto Velho, aprovado em duas sessões na Câmara Municipal – realizada na tarde de terça-feira - com 14 votos favoráveis. Agora, o Projeto de Lei aguarda ser sancionado pelo Executivo Municipal, sendo novamente aguardado com grande expectativa pelos servidores da área. 

O PCCR foi alvo de várias discussões durante meses até chegar para a apreciação do Legislativo Municipal, trazendo correções e garantindo melhorias para os profissionais da Educação Municipal. 

A secretária Municipal de Educação, Epifânia Barbosa (que acompanhou a votação na Câmara), destacou que o plano é fruto de uma séria de medidas que foram estudas minuciosamente em prol da categoria. Segundo a secretária, plano atual estava defasado e esse aprovado por unanimidade é viável para a Prefeitura e traz inúmeras melhorias para todos os profissionais da educação do município, dando um instrumento de valorização e garantia de carreira. 

Entre os destaques do PCCR aprovado, destaque para o artigo 9º que refere-se à Progressão e da Promoção aos profissionais de educação para o nível imediatamente superior, como por exemplo, o monitor de ensino passa a ser professor de nível médio ou superior. Com esse plano, haverá também o enquadramento automático por tempo de serviço. 

Ao fazer um breve relato sobre a aprovação do PCCR, o presidente da Câmara Municipal, Hermínio Coelho (PT), destacou que o projeto traz melhorias salariais, bem como mecanismo de incentivo à formação técnica profissional e formação superior. 

Os profissionais da Educação lotados nas unidades localizadas nos distritos e zona rural também serão assistidos com a PCCR, através do artigo 22, garantindo uma gratificação de localidade no vencimento. 

O Plano de Carreira, agora reestruturado, unifica a categoria dos trabalhadores em educação, antes dividida entre professores e funcionários de escolas. Seguindo a legislação federal, agora a categoria é tratada como “profissionais da educação”. 

Com a aprovação do projeto, serão criadas gratificações de incentivo à formação técnica profissional para os cargos de nível fundamental de funcionários de escola, que concluíram o curso técnico, como exemplo o Pró-Funcionário, do Governo Federal. A gratificação será de 10% sobre o vencimento. Para os funcionários de escola com cargos de nível médio, será oferecida gratificação de 15% sobre o vencimento, de incentivo à formação superior. 

Fonte:  Paulo Ricardo 

Mais Sobre Cultura

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe