Porto Velho (RO) sexta-feira, 24 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Depois de Rio Branco o Festcine Amazônia Itinerante faz exibições em Cusco



 
Na noite da última sexta-feira (18 de abril) a equipe do Festcine Amazônia Itinerante esteve em Rio Branco (Acre) para a exibição de filmes e vídeos ambientais no auditório da Escola Barão do Rio Branco. A ficção, "Judas-Ahsverus", de Rodrigo Neves e o documentário "O Tecido e a Borracha", dirigido por Sérgio de Carvalho foram exibidos durante a abertura que contou com a presença dos dois cineastas acreanos que ali estiveram a convite dos organizadores.

 "Judas-Ahsverus", produção que participou do Festcine Amazônia em 2005, foi realizado tendo como base o texto homônimo escrito por Euclides da Cunha em seu livro póstumo "À margem da História" composto de quatro partes - Na Amazônia, Terra Sem História (sete capítulos, sobre essa região), Vários Estudos (3 capítulos, assuntos americanos); Da Independência à República (ensaio histórico) e Estrelas Indecifráveis (crônica) publicado pela Martins Fontes em 1999. 

A duração do filme é de seis minutos e trinta segundos, mas é tempo suficiente para o público se reconhecer nos seis personagens que encenam de forma verdadeira e contundente o sofrimento do seringueiro e a tradicional malhação de Judas no Alto Purus no inicio do século XX. A narração desta produção acreana ficou a cargo do ator Carlos Vereza. Celso Kava dirigiu a fotografia e a montagem é de Jimmy Bob, com produção executiva de Charlene Lima.

O segundo filme exibido durante a sessão desta sexta-feira, "O Tecido e a Borracha", de Sérgio Carvalho (co-diretor de Judas-Ahsverus), narrado por Railton Passos, o documentário aborda a falência da borracha, onde muitos seringueiros se vêem sem opção de trabalho na floresta. Com duração de vinte e dois minutos, o filme apresenta, além de um amplo painel histórico sobre a borracha, mostra depoimentos de pessoas como dona Maria Clara (soldado da borracha), de Junior Maciel (ex-seringueiro), Wilson Manzoni, da Associação de Seringueiros da Boca do Acre, dos seringueiros José Eduardo e de seu filho, Ednaldo entre outros.

Os depoimentos e a inserção de imagens de época assim como imagens atuais ajudam a traçar a trajetória da extração de borracha que teve início em 1890, o seu declínio, um novo ciclo que recomeça no período da Segunda Guerra Mundial e nova decadência a partir daí. O diretor dividiu o documentário em quatro partes – A História da borracha; A borracha e o êxodo; A borracha e o tecido – uma alternativa; e Os produtos da borracha.
 
De acordo com o curador do Festcine e membro da diretoria da Associação dos Documentaristas Brasileiros em Rondônia, Jurandir Costa – "Filmes e vídeos de vários estados brasileiros compõem o acervo do Festival, dentre eles destacam-se as produções Judas-Ahsverus e O Tecido e a Borracha, produções realizadas por cineastas do Acre e, que agora tivemos a oportunidade de exibir durante esta sessão aqui no estado onde vivem os realizadores dos dois filmes", explicou.

Jurandir ressaltou que o intuito do Itinerante, além de promover mostras de filmes e vídeos voltadas para a questão ambiental e formação de platéias conscientes, o Festival também quer promover a divulgação de produções que fazem parte do acervo do Festcine, filmes realizados por cineastas das capitais aonde a Itinerância vem promovido sessões abertas ao público. 

"A integração cultural através do audiovisual é necessária entre os dois estados, - Rondônia e Rio Branco - precisamos promover esta aproximação cada vez mais, pois temos muito que aprender com o Acre que tem uma preocupação enorme na preservação da sua memória e seus valores culturais e ambientais", afirmou Jurandir. 
 
Rio Branco é a capital do Estado do Acre, na região Norte do Brasil. A cidade é a mais populosa do estado, concentrando quase metade da sua população total. Além disso, foi um dos primeiros povoados a surgir nas margens do rio Acre. Em 1913 tornou-se município. Sete anos depois (1920) passou a capital do território do Acre e em 1962 à capital do estado. Rio Branco é o centro adminitrativo, econômico e cultural da região. Em 2007 a população no município era de 290 639 habitantes.

De Rio Branco, a equipe do Festcine Amazônia Itinerante seguiu para o Peru, onde exibe produções legendadas e narradas em espanhol nas cidades de Porto Maldonado (20 de abril). Depois da pausa por causa do feriado, a itinerância chega a Cusco nesta terça-feira (22). Em seguida a itinerância vai para Manaus, Belém, Macapá, Boa Vista. O Festcine está programando exibições ainda na Colômbia e em Portugal (Coimbra) ainda com datas a serem definidas pelos organizadores.

O Festcine Amazônia Itinerante conta com o patrocínio do Ministério da Cultura/Fundo Nacional de Cultura, Petrobras através da Lei Rouanet, tem ainda o apoio da senadora Fátima Cleide, deputado federal Eduardo Valverde, IBM, Unir, Secel e Prefeitura de Porto Velho.

Fonte: Ascom -  Festcine Amazônia Itinerante

 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio