Porto Velho (RO) domingo, 19 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

CURTAMAZÔNIA: Cinema em circuito não-comercial


 
E continua a temporada de exibições de filmes nacionais com sessões gratuitas, que acontecem todos os sábados no Ponto de Exibição da ABD/RO. E, nesse sábado tem mais filmes românticos que retratam o romantismo nas produções nacionais. Temos 03 filmes da Programadora Brasil de interpretações livres filmadas no Brasil que retratam algumas reflexões sobre o “amar”, e no final da sessão 02 filmes premiados de curta-metragens do CURTAMAZÔNIA/2010,  o primeiro reportando sobre um artista plástico do Mato Grosso do Sul, e o segundo filme de Goiás reportando sobre o Meio Ambiente.

O endereço dessa temporada de filmes nacionais, com sessões gratuitas, é na Associação Curta Amazônia na Rua Raimundo Cantuária, 712-B, Bairro Baixa União, próximo ao TRE.

 

Filmes do dia 03 DE JULHO – SÁBADO – INÍCIO 8 DA NOITE

1) Filme da Programadora Brasil – “Trópico das Cabras”, direção e roteiro Fernando Coimbra, Ficção, 35 mm, SP, 2007, 24 min.

            Sinopse: Neste roadmovie, um casal em crise parte do litoral para o interior de São Paulo, num Chevette, para salvar ou perder de vez sua relação.

2) Filme da Programadora Brasil – “Interlúdio”, direção e roteiro Carlos Gerbase e Giba Assis Brasil, RS, 1983, Ficção, 35 mm, 8 min.

            Sinopse: Entre um amor desesperado, daqueles que acabam com a louça no chão, e uma paixão romântica, daquelas que parecem nunca acabar, um freqüentador de supermercados tem um caso passageiro com a menina do caixa.

3) Filme da Programadora Brasil – “AMOR!”, direção e roteiro José Roberto Torero, SP, Ficção, 1994 , Ficção, 35 mm, 14 min.

            Sinopse: Amor (Substantivo abstrato): 1. Sentimento que predispõe alguém a desejar o bem de outrem. 2. Atração física e natural entre animais. (Aurélio Buarque de Holanda, Novo Dicionário da Língua Portuguesa, p. 86).

4) Filme do Acervo CURTAMAZÔNIA,  – Prêmio Melhor Direção – Cândido Alberto da Fonseca - “Beto Lima – O intérprete das flores”, direção Cândido Alberto da Fonseca, MS, Documentário, 2010, 13 min.

Sinopse: Documentário sobre o artista plástico Beto Lima que morreu de AIDS antes da conclusão do seu filme. Sabedor de sua doença, durante as filmagens ele solicitou ao diretor e roteirista do seu documentário que não fizesse um filme triste sobre o seu trabalho. Seu desejo foi atendido.

5) Filme do Acervo CURTAMAZÔNIA, Prêmio Melhor Filme Ambiental – “Olhar de João”, direção Mariley Carneiro, GO, Documentário, 2010, 20 min.

Sinopse:  Pensar como a natureza pensa. Mas como é pensar como a natureza pensa, se a gente não a percebe e a despreza? Ela grita, agoniza, pede socorro, mas quem vê? O documentário Olhar de João mostra a forma singular com que o fotógrafo João Caetano vê as faces e formas ocultas em pedras, troncos, flores e frutos. Um alerta através da fotografia.

A mídia eletrônica, em especial, a dos Sites Jornalísticos e Blogs Rondonienses, Jornais Impressos e Programas de TVs tem sido fundamental na divulgação do Cinema Nacional, por isso acreditamos que estão contribuindo na formação de platéia e fomentando o pensamento crítico em torno da produção brasileira, e conseqüentemente, havendo esse reconhecimento público das produções alternativas que são exibidas em circuitos não-comerciais, e realizadas por Cineastas Brasileiros. E aqui no Ponto de Exibição da ABD Rondônia temos os seguintes agentes realizadores: a Programadora Brasil, FNC/SAV/MINC, CTAV, Cinemateca, o Cine Mais Cultura, a Associação Curta Amazônia,  ABD Rondônia, ABD Nacional, Maporé e colaboradores.

Fonte: Ascom

 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio