Porto Velho (RO) terça-feira, 21 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Coordenadoria da Juventude realiza o Festival Manifesto Hip Hop dia 23 de abril


Gente de Opinião

Gente de Opinião

Desenvolvido pela Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para a Juventude  (CMPPJ), será realizado no próximo sábado (23) mais uma edição do Festival Manifesto de Hip Hop. O evento acontece na Praça do Bairro Caladinho, localizada atrás da Escola Tancredo Neves, das 19h às 22h, mas a programação terá início às 16 horas, com uma Tarde de Lazer e aula de  defesa pessoal para toda a comunidade.

Gente de Opinião

O coordenador da CMPPJ, Bruno Eduardo, conta que o Festival já está no calendário da juventude portovelhense “As edições passadas foram um sucesso. O objetivo é fazer uma grande transformação através da dança, da manifestação dos b-boys, do grito de liberdade, promovendo a  integração geral da comunidade com cultura, melhorando o desempenho e a atuação dos participantes das batalhas. Queremos como Coordenadoria e Prefeitura incentivar novos adeptos e proporcionando intercâmbio cultural, pois temos muitos grupos de Hip Hop na cidade”, explica.

Gente de Opinião

Programação

Na programação acontece a tarde de Lazer realizada em parceria com a Semes, das 16h às 18h.  Das 18h às 19h a comunidade pode aprender defesa pessoal com as aulas ministradas pelo Professor Conrado. E das 19h  às 22h o Manifesto Hip Hop com batalha de b-boys. O Manifesto acontece em parceria com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semes) e da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural).

História

Hip Hop é um gênero musical, chamado por este nome pela primeira vez em 1978,  fundado pelo DJ norte-americano Afrika Bambaataa (nome artístico de Kevin Donovan) que uniu sons de vários estilos musicais diferentes, como o Funk, música eletrônica e o canto falado típico do Rap. O Hip Hop é muito difundido como uma forma de protestar diante das discriminações de classes e etnias.  Passou a ser uma manifestação cultural, sob as formas artísticas também da dança, da pintura e da poesia.

O gênero também engloba o rap, técnica em que o canto tem rítmica, mas se aproxima mais do falar propriamente do que do cantar; o DJ (disc jockey), o artista que une os diferentes sons criando a batida do Hip Hop; a breakdance, o estilo de dança de rua que nasceu com o Hip Hop; e o grafite, estilo de arte urbana feita em espaços públicos originalmente não destinados a isso. A dança que tipicamente acompanha o Hip Hop é a praticada na rua que contém como principais estilos o: breakdance, o locking e o popping.


Texto  Rebeca Barca | Fotos  Arquivo/Comdecom

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio