Porto Velho (RO) terça-feira, 21 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Cia Beradera prepara novo espetáculo baseado no Distrito de Nazaré



Com estreia prevista para o mês de setembro, a Companhia Beradera de Teatro está em fase final de montagem do seu novo espetáculo “Saga Beradera”, que conta a história do Distrito de Nazaré após a cheia histórica do Rio Madeira.

A equipe visitou o distrito de 3 a 5 de julho com o intuito de captar registros audiovisuais da população para compor a nova produção. O grupo já foi algumas vezes à localidade, dando início a ideia central da peça.Cia Beradera prepara novo espetáculo baseado no Distrito de Nazaré - Gente de Opinião

O diretor Rodrigo Vrech esteve na comunidade em dezembro de 2014 para realizar pesquisa para o texto da peça. “Conversei com moradores e o conteúdo foi essencial para moldar a forma que o trabalho ganhou. Essas entrevistas foram incluídas no texto do espetáculo”, afirma.

No mês de junho a Cia Beradera percorreu seis horas de barco pelo Rio Madeira, já que a comunidade só possui acesso por via fluvial para se reunir com Timaia Nunes, do Instituto Minhas Raízes, com quem firmou parceria para o trabalho.

Para retratar com mais vivacidade e levar elemento locais para as cenas do espetáculo, o diretor Rodrigo Vrech encomendou objetos de cena feitos de borracha, extraída das seringueiras da comunidade e outros elementos para composição do cenário. “Também conversamos com Sr. Artêmis, o mais antigo professor da comunidade que ainda está vivo e um dos precursores dos eventos folclóricos na região”, ressalta.

O espetáculo “Saga Beradera” entrará em cartaz no mês de setembro, em Porto Velho, de forma gratuita e será apresentado também no distrito, onde a companhia de teatro realizará uma oficina de teatro e na comunidade São Sebastião.

Acompanhe as novidades do espetáculo por meio da página no Facebook em (facebook.com/beraderaciadeteatro)


Sinopse

Arigó (Elizeu Braga) vive no Distrito de Nazaré há muito tempo e com a cheia do Rio Madeira fica dois meses sem contato com familiares, sem telefone e abrigado, junto com outros populares, dentro de uma escola. Seu neto (Cláudio Zarco) que vive em São Paulo, mas nasceu na comunidade tenta entrar em contato com o avô e fica sabendo que ele está doente em situação de depressiva, pois diante dos acontecimentos foi levado para o Pronto-socorro João Paulo II, em Porto Velho.

O neto resolve vir para Porto Velho encontrar o avô e leva-lo para morar em São Paulo, acompanhado da esposa Urbana (Andressa Silva), que é o ponto de vista preconceituoso, o olhar estrangeiro sobre o ribeirinho.

 
Fonte: Folk Produções

 

 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio