Porto Velho (RO) domingo, 19 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Centro de Reabilitação da FIMCA a serviço da comunidade


 
O Centro de Reabilitação da FIMCA, Faculdades Integradas Aparício Carvalho, inaugurado há quatro anos no Campus da Instituição, se destaca cada vez mais pela estrutura e os serviços prestados à comunidade. Supervisionado pela professora Viviane Kuroda, o Centro atende em média 40 pacientes por semana na área de Fisioterapia Neurofuncional Adulto, de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 11h30. No período da tarde é oferecido atendimento para os pacientes de ortopedia e reumatologia, sob a coordenação do professor Diogo Almeida.

Os atendimentos realizados pela manhã fazem parte do estágio de Fisioterapia Neurofuncional Adulto, realizados por acadêmicos do 7º período do Curso de Fisioterapia da FIMCA, sob orientação da professora Viviane Kuroda. “O objetivo é adquirir conhecimento prático através dos procedimentos. Isso possibilita aos acadêmicos a prática da fisioterapia e de tudo aquilo que eles aprenderam dentro de sala de aula”.

Ela destaca a preocupação da Instituição quanto à humanização no atendimento. “O cuidado para com os pacientes já é passado dentro de sala de aula aos futuros fisioterapeutas. Ressalto sempre aos acadêmicos que não é apenas um corpo, mas sim, um ser humano fragilizado ou deprimido pela deficiência enfrentada e que merece todo cuidado”, frisou.

Há um ano e meio o paciente Raimundo Queiroz sofreu um Acidente Vascular Encefálico – AVE. Como seqüela perdeu os movimentos dos membros superiores e inferiores. Desde março deste ano faz tratamento no Centro de Reabilitação da FIMCA e já comemora resultados positivos. “Quando cheguei aqui meus movimentos eram lentos e ficar de pé era uma tarefa difícil, precisava de ajuda para quase tudo. Em poucos meses, graças à fisioterapia, já posso andar e pegar objetos. Cada dia me sinto melhor”, festejou.

Atendimento

Para ter acesso aos serviços do Centro de Reabilitação é necessário ter um encaminhamento médico do SUS – Sistema Único de Saúde. O paciente é agendado, passa por uma avaliação e, dependendo da necessidade, recebe atendimento de acordo com a disponibilidade de vaga e horário. São beneficiados crianças e adultos com deficiências físicas provocadas por acidentes, doenças congênitas e crônicas que resultem em comprometimento da mobilidade e da funcionalidade.


Fonte: Sergio Mello
 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio