Porto Velho (RO) quinta-feira, 23 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Casa de Força garante energia no Campus da FIMCA


 
Os investimentos em infra-estrutura não param de acontecer no Campus da FIMCA – Faculdades Integradas Aparício Carvalho. Preocupada com a interrupção das aulas e de serviços administrativos e pedagógicos por falta de energia elétrica, com óbvios prejuízos para o calendário acadêmico, a direção geral está construindo uma Casa de Força, com três grupos geradores de 500 KVA cada um, para suprir a demanda de energia durante as quedas no fornecimento. Casa de Força garante energia no Campus da FIMCA  - Gente de Opinião

Os grupos geradores desembarcaram esta semana em Porto Velho e já se encontram no Campus da instituição, aguardando as obras de concretagem e acabamento da Casa de Força, onde serão instalados. 

Os grupos geradores são movidos a diesel e operam no sistema de geração de energia standby, capazes de assumir cargas em menos de 10 segundos, imediatamente após a falta de energia na fonte principal de abastecimento, podendo atingir carga nominal em um único passo. 

De acordo com o diretor-geral da FIMCA, médico Aparício Carvalho, o investimento se fez necessário para garantir a regularidade do calendário escolar das faculdades, seguidamente prejudicado com a suspensão das aulas em virtude da falta de energia elétrica por longos períodos. Enquanto a Casa de Força não fica pronta, dois grupos geradores alugados estão suprindo o Campus, desde meados do ano passado, quando há queda no fornecimento e em momentos de pico .

“Os dois grupos geradores são suficientes para suportar a demanda energética do Campus da FIMCA/Metropolitana pelo tempo que for necessário, sem prejuízo da iluminação interna e externa, sistema de refrigeração e utilização dos equipamentos eletro-eletrônicos e de informática. Mas a nova Casa de Força, com três novos grupos geradores nos dará uma tranqüilidade maior, em função da ampliação da estrutura do Campus, com outros investimentos que estamos fazendo, como o Centro Gastronômico, o Hospital Veterinário e o funcionamento dos elevadores panorâmicos do prédio Neo Clássico”, concluiu Aparício. 

Fonte: Sergio Mello

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio