Porto Velho (RO) segunda-feira, 27 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Amazônia Encena na Rua encerra hoje seu ciclo de debates


Amazônia Encena na Rua encerra hoje seu ciclo de debates - Gente de Opinião

O Amazônia Encena na Rua chega ao seu quinto dia de programação com a participação massiva do público, que se diverte com os espetáculos de variadas linguagens de teatro e dança apresentados todas as noites no Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré. Esta sexta-feira é marcada pelo o último dia do Ciclo de Debates, além da sua programação de oficinas e espetáculos de teatro e dança.
 
O Ciclo de Debates, que se encerra hoje, contou com rodas de conversa a respeito de temas importantes relacionados ao contexto do teatro, como o emergente do Palco Fora do Eixo, mediado pelo amazonense Diego Batista, e as Perspectivas do Teatro de Rua, mediado por Michele Cabral, do Maranhão. O encerramento do Ciclo é hoje a partir das 15h, com o Encontro da Rede Teatro da Floresta/RBTR, mediado por Suani Corrêa, de Belém. Os debates estão sendo transmitidos ao vivo através de um link postado no Twitter do O Imaginário (@oimaginario), para quem quer participar mas não pode comparecer ao local.
 
Após os debates e oficinas, a programação de dança e teatro continua a partir das 19h com espetáculos vindos de São Luiz (MA), Guajará-Mirim (RO) e Rio Branco (AC), além de grupos de dança de Porto Velho.
 
 
 
Programação do IV Festival Amazônia
Encena na Rua para hoje, dia 22/07:

 
 
Das 8 às 12h: Oficinas de Teatro de Rua, Bonecos Gigantes e Dança Indiana
 
Das 15 às 17h: Roda 3 - Encontro da Rede Teatro da Floresta. Mediação: Suani Corrêa (PA)
 
19h:Palita no trapézio
Cia. MiraMundo Produções culturais – São Luiz (MA)
A palhaça Palita Presepada está sem trabalho e sem ter onde dormir, a vaga de trapezista no circo é sua única chance. Desesperada para entrar no circo do grande trapezista Jack Jones, Palita desafia o trapézio, que do alto de sua superioridade a ignora, sereno...
 
20h:Arigó
Grupo Metaeufóricos – Guajará-Mirim (RO)
Arigó, um trabalhador nordestino, tem a alma presa ao morrer por uma entidade indígena que domina o mundo dos mortos, o gigante Towira Towira. Depois de muitos anos de sofrimento, Nossa Senhora do Seringueiro roga pela alma dele e o gigante aceita ouvir a história do Arigó e assim decidir por sua libertação ou aprisionamento.
 
21h:As Mulheres de Molière
Cia. Visse e Versa de Ação Cênica – Rio Branco (AC)
Espetáculo inspirado em três obras do renomado dramaturgo francês do século XVII, Jean Baptiste Poquelin, o Molière. Regada a músicas e danças da época, a peça é um trabalho repleto de cores e fantasias que faz com que o público mergulhe na cultura francesa mesclada à cultura popular do Brasil.
 
 
II Festival de Dança
 
A partir das 19h:
Tecnomelody -Parceiros do Ritmo Quente
Dança de Salão - Núcleo de Dança Nós Dançando

 
Fonte: O Imaginário

 
 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio