Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Acadêmicos de Letras e Pedagogia iniciam atividades de leitura


  

Os acadêmicos dos cursos de Letras e Pedagogia, da Faculdade Metropolitana, deram início às atividades interdisciplinares com a apresentação de duas bibliografias que serão trabalhadas durante o semestre: "Multiculturalismo na Amazônia", coletânea de artigos organizada pela professora doutora Nair Gurgel, da Universidade Federal de Rondônia, e "Raízes do Brasil", de Sérgio Buarque de Holanda.

As duas obras foram apresentadas pelas professoras Edna Nóbrega, coordenadora do Curso de Letras e Maria José, coordenadora do Curso de Pedagogia.

"O objetivo da leitura das obras é levar ao conhecimento dos acadêmicos os conteúdos sobre os quis elas discorrem, tendo em vista a contribuição que elas podem oferecer, em termos de formação profissional e cidadania", destacou Edna Nóbrega.

Multiculturalismo na Amazônia

O livro "Multiculturalismo na Amazônia: o singular e o plural em reflexões e ações" é uma iniciativa do Grupo de Estudos Integrados sobre a Aquisição da Linguagem (GEAL) da universidade que desenvolve o projeto "Alfabetização de Ribeirinhos na Amazônia".

Segundo a organizadora do livro, Nair Gurgel, a obra pretende contribuir socialmente para a redução de fatores excludentes. "É um livro plural e singular ao mesmo tempo. Plural porque aborda questões multiculturais e é singular porque é amazônida, trata de aspectos da nossa região, do nosso povo: ribeirinhos, quilombolas, índios; e mais: trabalhadores, migrantes, mulheres, crianças, sem-terras, sem-tetos, sem-salários, sem-escolas, pobres, discriminados, oprimidos", explica.

Nair destaca que o melhor desses estudos é que eles apontam saídas. "Os autores construíram pontes, estradas, abriram portas, derrubaram muros. Enfim, para um multiculturalismo efetivo, apresentaram-se sugestões, encaminharam-se propostas e aprovaram-se projetos, todos no intuito de minimizar os efeitos do monoculturalismo elitista", ressalta.

Raízes do Brasil

Raízes do Brasil é um livro do historiador brasileiro Sérgio Buarque de Holanda. Publicada em 1936, a obra aborda aspectos centrais da história da cultura brasileira. O texto consiste de uma macro-interpretação do processo de formação da sociedade brasileira. Destaca, sobretudo, a importância do legado cultural da colonização portuguesa do Brasil, e a dinâmica dos arranjos e adaptações que marcaram as transferências culturais de Portugal para a sua colônia americana.

Escrito na forma de um longo ensaio histórico, dividido em sete partes, o livro foi publicado originalmente pela Editora José Olympio, tendo sido posteriormente objeto de várias reedições ao longo do século XX. É considerado um dos mais importantes clássicos da historiografia e da sociologia brasileiras, traduzido e editado também em italiano (1954), espanhol (1955) e japonês (1971, 1976), bem como em alemão e em francês.(pt.wikipedia.org).

Fonte: Ascom

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio