Porto Velho (RO) sábado, 28 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Cultura

Acadêmico de Teatro da Unir apresenta performance sobre vivência travesti nesta segunda-feira (20/12)

“Corpos do Prazer” é desenvolvida pelo acadêmico Ádamo Teixeira , que em cena apresenta a persona Amitaff, travesti cearense que sobrevive em Porto Velho e denuncia a invisibilidade e a violência sofridas diariamente


Acadêmico de Teatro da Unir apresenta performance sobre vivência travesti nesta segunda-feira (20/12) - Gente de Opinião

Com o objetivo de denunciar aos espectadores e às autoridades as agressões e cerceamentos que as travestis sofrem no seu cotidiano e divulgar os índices sociais excludentes que essas cidadãs são submetidas ao longo de suas vidas, o acadêmico da Licenciatura em Teatro da Universidade Federal de Rondônia, Ádamo Teixeira, realiza na noite desta segunda-feira (20), mostra do processo criativo da performance “Corpos do Prazer”. 

 No encontro marcado para às 19h (horário de Rondônia), em plataforma digital, o artista traz à cena a persona Amitaff, uma travesti cearense que sobrevive em Porto Velho (RO), denunciando a invisibilidade, a violência, a transfobia e o moralismo tão em voga no Brasil atual. A apresentação é gratuita, tem classificação indicativa de 16 anos e contará com tradução em LIBRAS. 

A mostra será apresentada na plataforma Google Meet com a participação máxima de 100 pessoas. Os interessados em assistir deverão entrar em contato com o artista, por meio dos e-mails: [email protected] e [email protected].  Após a performance  os espectadores serão convidados a participar de um bate-papo com o ator Ádamo Teixeira e também com o orientador e diretor da performance, professor do Departamento de Artes da Unir (DArtes), Luciano Oliveira. 

O projeto foi contemplado no Edital de Chamada Pública para Premiação ao Setor Cultural -  nº 008/2021 Lei Aldir Blanc nº 14.017/2020, Art. 2º Inciso III - da Fundação Cultural do Município de Porto Velho - Categoria A) Apresentação de Performance Artística ou Musical: conteúdo de caráter performático. A performance “Corpos do Prazer” está em desenvolvimento enquanto Trabalho de Conclusão de Curso (TCC I e TCC II) da Licenciatura em Teatro cursada por Ádamo, a ser concluído em março de 2022.  

A pesquisa artística no universo LGBTQIA+ começou em 2018 e seguiu sendo aperfeiçoada em várias disciplinas do curso e também através de participações em eventos artísticos. Enquanto objeto educacional, o trabalho visa contribuir para a formação de público em Porto Velho e região, assim como para a criação de indivíduos mais conscientes e sensíveis às causas e direitos das minorias, em especial dos LGBTQIA+. 

“Além de alertar e denunciar aos espectadores as violências diversas, inclusive assassinatos, que as travestis sofrem no seu dia-a-dia, é importante mostrar ao público que as travestis são seres humanos e que, enquanto cidadãs, merecem respeito e acesso a todos os bens sociais garantidos pela Constituição Federal brasileira de 1988, bem como pela Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) de 1948”, reforça Ádamo. 

 

Sinopse 

“Corpos do Prazer” é uma performance-denúncia, que está em processo de criação, e de mobilização social. Trata-se de mais um meio a partir do qual as travestis de Porto Velho − silenciadas pelo sistema machista, homofóbico e patriarcal, bem como pela falta de políticas públicas efetivas em âmbito federal, estadual e municipal − podem ter voz para gritar contra a invisibilidade frente à sociedade e contra as violências que sofrem. 

Mais Sobre Cultura

Emilli Sousa celebra sucesso da primeira edição do Festival Delas

Emilli Sousa celebra sucesso da primeira edição do Festival Delas

Mais de 30 mulheres amazônidas compartilharam suas vivências e expertises no palco do “Festival Delas - O que é que a cabôca tem?”, que promoveu atr

A relação do rio e a dança é tema do terceiro dia do Festival Águas que me Tocam, que vai ao ar nesta sexta, 27

A relação do rio e a dança é tema do terceiro dia do Festival Águas que me Tocam, que vai ao ar nesta sexta, 27

“O Rio que se Move em Mim” é tema do terceiro dia do festival multiartístico Águas que me Tocam, que recebe a bailarina Edcléia Jucá e o diretor e d

Rolim de Moura: exposição de realidade aumentada “Olho D’Água – Artes Líquidas e Águas Visuais” chega inicia nesta quinta (26)

Rolim de Moura: exposição de realidade aumentada “Olho D’Água – Artes Líquidas e Águas Visuais” chega inicia nesta quinta (26)

Uma experiência interativa e única que faz o visitante viajar pelo ciclo da água por meio de realidade aumentada. Essa é a proposta da exposição iti

Rita Queiroz visita escolas e bibliotecas e distribui livro escrito na pandemia

Rita Queiroz visita escolas e bibliotecas e distribui livro escrito na pandemia

Mais do que  aplausos, artistas precisam de reconhecimento. E nada faz tão bem a um pintor do que saber que  suas telas continuam a conquistar admi