Porto Velho (RO) terça-feira, 19 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Cultura

A médica Inês Motta na abertura do primeiro módulo do curso


Com o objetivo de oferecer um atendimento médico especializado e de melhor
qualidade ao povo de Rondônia, o Conselho Regional de Medicina (Cremero)
buscou apoio junto ao Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Universidade
Federal do Amazonas para oferecer, nesta Capital, o curso de educação médica
continuada, onde pelo menos 50 médicos participam de aulas teóricas e práticas.

Dividido em dez módulos mensais, o curso tem a duração de três dias por mês.
Médicos do interior e da Capital participam das aulas que são ministradas
na sede do próprio Cremero, na avenida Costa e Silva, por professores da
Universidade do Amazonas.

O primeiro módulo do curso aconteceu nos dias 09 e 10 de março. Onze temas
correspondentes a urgências clínicas foram abordados pelos médicos especialistas
que ministraram e acompanharam as oficinas no Hospital de Base. O curso prossegue
até o mês de dezembro, com aplicação de um módulo por mês.

A vice-presidente do Cremero, médica Inês Motta, explica que o curso é uma
conquista para os profissionais do Estado que antes precisavam viajar para
outras regiões se quisessem se aprimorar em alguma área da medicina. ?O curso
é por si só uma grande vitória dos médicos de Rondônia. A custo zero, os
médicos poderão se tornar especialistas em urgências clínicas sem precisar
sair de seu estado. É um ganho também para a população, sobretudo para o
interior do estado, que a disponibilizar de profissionais melhores capacitados?,
destacou Inês.

O conselheiro federal do Cremero e tesoureiro do CFM, Hiran Gallo, explica
que o curso é apenas um dos muitos benefícios que os médicos de Rondônia
terão agora que ele está à frente da tesouraria do Conselho Federal de Medicina.
É claro que estando onde estou, procurarei puxar a sardinha para minha fogueira,
enfatizou em tom de brincadeira.

Mais Sobre Cultura

Alunos do 4° ano da escola Ensina-me a Viver visitam exposição interativa na Fundação Cultural de Vilhena

Alunos do 4° ano da escola Ensina-me a Viver visitam exposição interativa na Fundação Cultural de Vilhena

Os alunos da escola Ensina-me a Viver tiveram uma manhã bem diferente na última quinta-feira, na Fundação Cultural de Vilhena (FCV). Curiosos, os pequ

Sandra Castiel lança novo livro

Sandra Castiel lança novo livro

A professora Sandra Castiel, que é membro da Academia de Letras de Rondônia (Acler), lança mais uma obra literária de sua lavra: Amor e Dor – contos

Em trabalho inédito, Fundação Cultural inicia visita em todas as aldeias indígenas de Vilhena para registro fotográfico da Arte e Cultura de povos locais

Em trabalho inédito, Fundação Cultural inicia visita em todas as aldeias indígenas de Vilhena para registro fotográfico da Arte e Cultura de povos locais

Pela primeira vez a Prefeitura de Vilhena irá percorrer todas as aldeias indígenas de Vilhena com o intuito de registrar a produção de Arte e Cultura

Homenagens no QUANDO BATE A SAUDADE deste domingo

Homenagens no QUANDO BATE A SAUDADE deste domingo

O QUANDO BATE A SAUDADE deste domingo vai homenagear alguns dos grande nomes da música brasileira que já se foram. Como este sábado foi Dia de Finados