Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Reinaldo dos Anjos

REABILITAÇÃO PARA OS QUE REABILITAM



 
A Fisioterapia consiste na ciência que estuda o movimento humano com o objetivo de atuar na prevenção, cura ou reabilitação visando uma melhora na qualidade de vida do indivíduo. O profissional Fisioterapeuta consiste naquele com formação superior, e por isso, único e absoluto no diagnóstico dos distúrbios cinético-funcionais, prescrição de condutas fisioterapêuticas, evolução do quadro clínico funcional e responsável pelas condições de alta do serviço.

No Brasil, a prática da Fisioterapia surgiu em 1919, quando foi fundado o Departamento de Eletricidade Médica pelo Professor Raphael de Barros da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Dez anos mais tarde, em 1929, o médico Dr. Waldo Rolim de Moraes instalou o serviço de Fisioterapia do Instituto do Radium Arnaldo Vieira de Carvalho no local do Hospital Central da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Ele ainda planejou e instalou, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, o Serviço de Fisioterapia do Hospital das Clínicas de São Paulo. Foi também o Dr. Rolim quem, em 1951, planejou o primeiro Curso de Fisioterapia do Brasil, patrocinado pelo centro de estudos Raphael de Barros, cujo objetivo era formar técnicos em fisioterapia. De lá para cá, a necessidade de estudos mais específicos na área da reabilitação e de profissionais mais capacitados e munidos de conhecimento aprofundado acerca das técnicas de tratamento e corpo humano, fizeram com que, de modo muito rápido, a Fisioterapia deixasse de lado seu caráter auxiliar médico, tomando proporções científicas tais que culminaram no Decreto-Lei 938 de 13 de Outubro de 1969, que estabelecia definitivamente as atribuições e autonomia do fisioterapeuta.

O Decreto-Lei 938, que deu origem ao Dia do Fisioterapeuta (13 de Outubro), apesar de ter completado, na semana passada, 41 anos de idade, e ter definido quem seria habilitado a reabilitar (prevenir também!), não foi suficiente para inculcar no profissional fisioterapeuta sua plena autonomia e responsabilidade. Ainda é maioria nesta classe, aqueles que se escondem atrás do jaleco de outros da área da saúde, na tentativa de tirar de seus ombros a responsabilidade pelo tratamento do indivíduo que está, literalmente, em suas mãos. Talvez por conta da idade desta profissão, talvez por conta do modo como a Fisioterapia surgiu, esta é uma área que passa por um momento difícil na atualidade. Momento francamente pleiteado por aqueles que compõem o corpo desta classe, os quais, ao que parece, em seu “desenvolvimento motor”, não passaram ou não tiveram maturidade neurológica que lhes permitissem passar adiante da fase de quatro apoios frente às dificuldades e desafios político-sociais cotidianos. A individualidade característica das ações do fisioterapeuta, o torna pouco menos que um insignificante subalterno daqueles que tem numa das mãos o registro na ANVISA, na outra o desrespeito, no bolso o dinheiro das abusivas e corrigidas mensalidades pagas por seus clientes, e na manga um espelho refletindo toda a fraqueza de uma classe que reclama daquilo que não se recusa a receber. 
 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Reinaldo Júnior - reinaldosteopatia@gmail.com  
 Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /  YouTube  /  Turismo   /  Imagens da História 
 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Reinaldo dos Anjos

OS CONVÊNIOS DE SAÚDE QUE SE CUIDEM

OS CONVÊNIOS DE SAÚDE QUE SE CUIDEM

Sempre que procuramos uma loja de roupas, uma sorveteria ou uma clínica de Fisioterapia, esperamos nada menos que um ótimo atendimento, desde a recepç

Fisioterapia hoje

  Caros leitores, exatamente um mês após minha última atualização, lhes digo que a Fisioterapia em Porto Velho-RO, dentro desses trinta dias, foi tão

Entenda porque a Fisioterapia trata dores e inflamações

Entenda porque a Fisioterapia trata dores e inflamações

Amigos leitores, na semana que passou houve um grande movimento em torno da Fisioterapia, suas aplicações, indicações e atribuições. Tal movimento não

O que Confúcio tem a ver com a fisioterapia II

  Conversando com um amigo e colega de profissão, numa livraria de Porto Velho, no fim da tarde de hoje, tive mais esperança ainda no Novo Governo de