Porto Velho (RO) terça-feira, 17 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Reinaldo dos Anjos

CREFITO 9 DE PÁRA-QUEDAS EM PORTO VELHO


  

Na última sexta-feira, 22 de outubro, em Porto Velho-RO houve uma reunião entre o Presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 9ª Região, Elias Nasrala Neto, e os profissionais de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Estado de Rondônia. A idéia era apresentar aos profissionais a nova proposta de gestão e tomar conhecimento das necessidades relacionadas à prática profissional aqui no Estado. Presentes se encontravam apenas fisioterapeutas, o que foi lamentável, tendo em vista a importância do profissional Terapeuta Ocupacional para o crescimento da classe. Os segmentos do serviço público e privado estiveram representados por profissionais que expuseram seus anseios e dificuldades. Pontos como a conturbada e degradante relação entre clínicas de Fisioterapia e os convênios de saúde, a, praticamente, inexistência do profissional Fisioterapeuta no serviço público e a prostituição profissional desencadeada pela ânsia dos recém-formados em garantir seu lugar no mercado, contudo de modo auto-destrutivo, foram abordados e amplamente discutidos.   

 

FUTURO SEQUELADO DA POPULAÇÃO DE RONDÔNIA

Considerando que a Fisioterapia tem como meta a prevenção e tratamento de disfunções cinético-funcionais, ou seja, do movimento, de órgãos e estruturas anatômicas do corpo humano, é absolutamente indiscutível a importância do profissional fisioterapeuta nos hospitais e serviços ambulatoriais do setor público e privado do Estado. Sem falar das escolas, local onde diversas disfunções posturais graves em crianças e adolescentes têm origem; repartições públicas, ninho de DORT’s (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho) e LER (Lesões por Esforços Repetitivos) que tanto incapacitam e diminuem a qualidade de vida e produtividade dos funcionários; Postos de Saúde, etc. Apesar disso, comparem o número de outros profissionais de saúde na rede pública, como médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem, com a quantidade de fisioterapeutas. Ou melhor, comparem o número de vagas abertas em concursos públicos para técnicos em enfermagem e fisioterapeutas. População, rezem para nunca necessitarem de fisioterapia no setor público! Pois atualmente, há uma grande possibilidade de vocês ficarem com seqüelas físicas para o resto da vida!
 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Reinaldo Júnior - reinaldosteopatia@gmail.com  
 Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /  YouTube  /  Turismo   /  Imagens da História 
 


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Reinaldo dos Anjos

OS CONVÊNIOS DE SAÚDE QUE SE CUIDEM

OS CONVÊNIOS DE SAÚDE QUE SE CUIDEM

Sempre que procuramos uma loja de roupas, uma sorveteria ou uma clínica de Fisioterapia, esperamos nada menos que um ótimo atendimento, desde a recepç

Fisioterapia hoje

  Caros leitores, exatamente um mês após minha última atualização, lhes digo que a Fisioterapia em Porto Velho-RO, dentro desses trinta dias, foi tão

Entenda porque a Fisioterapia trata dores e inflamações

Entenda porque a Fisioterapia trata dores e inflamações

Amigos leitores, na semana que passou houve um grande movimento em torno da Fisioterapia, suas aplicações, indicações e atribuições. Tal movimento não

O que Confúcio tem a ver com a fisioterapia II

  Conversando com um amigo e colega de profissão, numa livraria de Porto Velho, no fim da tarde de hoje, tive mais esperança ainda no Novo Governo de