Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Montezuma Cruz

Casa da União, a Beneficência da religião do chá Hoasca, inaugura sede


Casa da União, a Beneficência da religião do chá Hoasca, inaugura sede - Gente de Opinião

A Associação Beneficente Casa da União inaugurou dia 1º de novembro sua sede em Porto Velho, na Rua Uruguai nº 2571, Bairro Embratel. Fundada em 30 de maio de 2010, a entidade tem sido muito atuante em ações sociais, culturais e de saúde atendendo aos sócios da 1ª Região do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal (UDV) e a diversos moradores de outras crenças.

 

Até então, mesmo fortalecida pelo trabalho voluntário, ela não dispunha de espaço físico. O ato solene de inauguração contou com a presença de pioneiros no Centro Espírita e de outros que apoiaram a causa ao longo do tempo*.

No plano geral, a Casa da União nasceu da prática solidária da bondade em prol do desenvolvimento do ser humano no ato de servir e fazer o bem ao próximo.

O que é

“Embora tudo tenha iniciado no seringal, foi na 1ª Região que o trabalho de beneficência marcou, e aqui temos pessoas que estão desde a origem, conheceram e conviveram com o mestre Gabriel, e outros que deram sequência ao trabalho”, disse o presidente nacional da entidade, mestre Mário Lúcio de Souza, no ato de inauguração.

“Quando eu estive em Porto Velho há dois anos me reuni com o mestre Mário Rodrigues Filho, com o mestre central (Carmiro Gabriel Júnior) e mestres representantes; falei da ideia de termos a sede também para receber a visita de autoridades; isso dá mais credibilidade à Casa da União, além do que já vem sendo feito ao longo do tempo aqui; contem comigo.”

Desde o Mestre Gabriel

O mestre central da 1ª Região, Carmiro Gabriel Júnior, cumprimentou a todos: “Este é um trabalho nosso, da União; conseguir a sede é uma vitória, porque é o lugar fixo onde poderemos desenvolver esse trabalho.”

Em 1971, José Gabriel da Costa, o Mestre Gabriel, deu início ao trabalho de beneficência estatutariamente, no âmbito da UDV. O número de sócios foi aumentando e houve necessidade de uma organização. Daí surgiu o Departamento de Beneficência existente em todos os estados do Brasil e no Distrito Federal; no Exterior, a entidade atua com as monitorias de beneficência na Austrália, Canadá, Estados Unidos, Holanda, Itália, Peru, Portugal, Espanha, Reino Unido, e Suíça.

“Fazer o bem sem olhar a quem”

“A inauguração da Sede da Associação Beneficente Casa da União Novo Horizonte neste dia 1 ° de novembro confirma um avanço na organização dos trabalhos da Beneficência aqui na 1a Região, na medida em que oferece melhores condições para o atendimento da nossa irmandade e do púbico em geral da nossa cidade. É uma meta importante que nós tínhamos e isto nos fortalece na busca de dar continuidade à missão do Mestre Gabriel de fazer o Bem sem olhar a quem” – disse o mestre presidente da entidade, Walteir Costa.

Costa conclamou a Irmandade da UDV a se filiar à Casa da União, visando ao seu fortalecimento na sociedade.

Segundo ele, a meta estabelecida na gestão da atual diretoria buscou um lugar para que a Casa da União definitivamente se fortalecesse também nas áreas jurídica e institucional.

Um trabalho pela Paz

“Com certeza, as próximas direções terão melhores condições de executar novos projetos sociais e melhor ampliar o atendimento às comunidades que vivem ao entorno dos Núcleos da UDV, pois em cada um encontra-se um braço de apoio que são denominadas monitorias da Beneficência”.

O m. Jorge Simon, participante do início da Beneficência da UDV em Porto Velho, lembrou que quatro décadas atrás, o atendimento médico era realizado em posto de saúde.

Segundo a conselheira Osmarina Galvão, o ideal da Beneficência única na 1ª Região foi se fortalecendo em 2009, quando a Irmandade aproveitou o embrião para o projeto. Mais recentemente, ela lembrou, em reunião de diretoria e sessão no Núcleo Mestre Gabriel, decidiu-se e entrega de uma parte do imóvel para a construção da sede.

“Quando a gente trabalha pela grandeza da União, trabalha pela paz, e quem trabalha pela paz é condutor do amor”, disse o m. Herculano Oliveira. “Isso favorece o reconhecimento da UDV pelas autoridades e pela vizinhança que às vezes mora do lado de nossas casas e não sabe quem somos nós”, acrescentou.

Mestre Donizete da Silva, ex-mestre central da 1ª Região, cumprimentou a Direção da Casa da União, manifestando alegria pelo “trabalho da Irmandade ao longo dos anos para ter esse lugar de referência”. Mesmo diante da dificuldade de trabalhar sem muitos recursos financeiros, ele destacou que o terreno do Núcleo Mestre Gabriel sempre esteve disponível para atender à UDV.

“A dedicação dos que participam é de amor e carinho”, assinalou.

___

* Autoridades da UDV presentes:

Francisco Herculano Oliveira, Mestre da Recordação
Mário Rodrigues Filho
, Mestre Assistente do Mestre Geral Representante
Carmiro Gabriel Júnior, Mestre Central da 1ª Região
Edilson Oliveira Neves
, - Mestre Assistente Central
Ariel Fietz da Silva, Mestre Representante do Núcleo Caminho do Mestre
João da Cruz Reis, Mestre Representante do Núcleo Templo de Salomão
Jorge Simon, Mestre no Núcleo Mestre Bartolomeu
Mário Lúcio de Souza, Presidente da Casa da União nacional, em 2º mandato.

Galeria de Imagens

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 26 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Livro do repórter fotográfico Araquem Alcântara chega de graça às escolas

Livro do repórter fotográfico Araquem Alcântara chega de graça às escolas

Na aldeia dos Kamayurá, no Mato Grosso, Raoni, de 8 anos, faz uma cambalhota e mergulha na Ipavu, a lagoa sagrada. Em Periquitaquara, no Pará, Pedro,

“Fui leiloado”, conta Miguel Roumiê, que seria desembargador

“Fui leiloado”, conta Miguel Roumiê, que seria desembargador

O período de afirmação da Seccional iniciou em 1983. O então presidente interino Miguel Roumiê, advogado nº 15, conduziu o processo eleitoral que re

4 milhões sem banheiro, lixo para todo lado; e o asfalto ainda ganha do saneamento

4 milhões sem banheiro, lixo para todo lado; e o asfalto ainda ganha do saneamento

Pergunte-se a diversos prefeitos dos estados do Acre ou de Rondônia se rejeitam 50 mil metros cúbicos de asfalto. Eles querem o benefício “para ontem”

História do Direito no Brasil e resistência ao arbítrio inspiram  a OAB em Rondônia

História do Direito no Brasil e resistência ao arbítrio inspiram a OAB em Rondônia

Chamava-se Fouad Darwich Zacharias o primeiro presidente da Seccional de Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil e primeiro desembargador presiden

Gente de Opinião Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)