Porto Velho (RO) domingo, 16 de dezembro de 2018
×
Gente de Opinião

Marcelinho

Bancada federal de Rondônia deve ser renovada em 70% - Por Marcelo Freire


Rondônia caminha para um cenário forte de renovação de 70% da bancada federal na Câmara Federal, segundo apurou o Diário. Dos oito parlamentares, todos buscam a reeleição. Nos últimos dias, uma mobilização nas redes sociais ganhou corpo e recomenda ao internauta não votar em candidatos com mandatos.

A insatisfação do eleitor tem um motivo político: o não impeachment do presidente Michel Temer (MDB), dono do maior índice de reprovação de governo. Dos oito parlamentares de Rondônia, cinco votaram em defesa de Temer e não autorizaram o Supremo Tribunal Federal (STF) a investigar o presidente. A votação foi aberta e a população ainda tem as imagens na memória de como foi o voto de cada congressista.

As estatísticas da Justiça Eleitoral mostram que o número de candidatos à Câmara dos Deputados é continuamente crescente nos últimos anos. A corrida por vagas é uma das mais acirradas e em Rondônia, são 13,5 candidatos disputando uma das 8 vagas - a  média nacional é 16 candidatos para cada uma das 513 vagas no parlamento.

Na eleição passada, a bancada federal foi renovada em 60%. Os mais votados atingiram 60 mil votos. Na eleições de 2014, dos 1.126.502 eleitores aptos a votar, apenas 885.929 compareceram à urna de votação. Desse montante, foram validados somente 744.627 eleitores, segundo dados da Justiça Eleitoral.

A abstenção naquela eleição foi de 240.573 eleitores, o suficiente de votos para eleger no mínimo três parlamentares em Rondônia em uma coligação. O eleitor, diferente da eleição de 2014 não vai desperdiçar o voto neste domingo. Acredita que a mudança está no poder do voto, o que pode mudar o atual cenário político.

O número de vagas ocupadas por partidos políticos na Câmara Federal serve de referência para a distribuição de recursos do fundo partidário. Esse dinheiro beneficia quem possui mandato, o que torna uma concorrência desleal com os estreantes na política. Somente o MDB de Rondônia foi contemplado com R$ 2 milhões do fundo partidário para ajudar candidatos à Câmara Federal.

A corrida à Câmara custa caro. No site do TSE, o DivulgaCan, é possível saber quando cada parlamentar aplicou nos últimos 45 dias de campanha na corrida por uma vaga no parlamento. Tem candidato, por exemplo, que está investindo mais de R$ 1 milhão na campanha eleitoral. E ainda tem o valor que não é contabilizado. O curioso é que jamais o candidato conseguirá receber esse valor ao longo do seu mandato.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Marcelinho

Juiz Sérgio Moro é bem-vindo ao Congresso - Por Marcelo Freire

Juiz Sérgio Moro é bem-vindo ao Congresso - Por Marcelo Freire

O convite formulado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) ao juiz Sérgio Moro para assumir o Ministério da Justiça ganhou repercussão internacio

RO e Acre garantem maior votação a Jair Bolsonaro - Por Marcelo Freire

RO e Acre garantem maior votação a Jair Bolsonaro - Por Marcelo Freire

Os estados do Acre e Rondônia garantiram no domingo, dia 28, o maior índice de votação proporcional ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) na eleiç

Capitão puxa o coronel em Rondônia - Por Marcelo Freire

Capitão puxa o coronel em Rondônia - Por Marcelo Freire

A terceira pesquisa Ibope para o governo de Minas Gerais divulgada neste sábado (27), confirma a forte tendência de que Romeu Zema (Novo) seja o próxi

Os primeiros desafios do próximo governador de Rondônia - Por Marcelo Freire

Os primeiros desafios do próximo governador de Rondônia - Por Marcelo Freire

Estabilizar a contratação de novos servidores públicos, melhorar a qualidade de gasto e a redução do tamanho da máquina pública com base em modelos mo