Porto Velho (RO) domingo, 26 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

Lúcio Flávio Pinto

Que Brasil você quer? Por Lúcio Flávio Pinto


Que Brasil você quer? Por Lúcio Flávio Pinto - Gente de Opinião

De manhã, duas moças do interior do Paraná apontavam para uma bela plantação de milho e se queixavam dos que, passando pela estrada, roubam o cereal.

"Quem rouba um milho não pode se queixar de quem rouba um milhão", ironizaram com bom humor, tocando num ponto sensível no qual deveriam se encontrar a moralidade pública e a moral privada. Ao invés de se fundirem, elas colidem e se excluem.

Um cidadão não pode condenar um político corrupto se, além de lhe ter dado o voto de acesso a um cargo de representação popular, o próprio eleitor faz a sua corrupção doméstica. Se corruptos dominam a política brasileira é porque uma maioria corruptos os elegeram.

Agora à noite, duas moças de Itinga do Maranhão, com uma aparência bem distinta das duas paranaenses bem nutridas, se queixam da falta de água potável desde que um poço artesiano foi fechado. No lugar do frondoso milharal, um rio barrento e sujo, no qual estão imersas com sua magreza e seu sofrimento, numa terra que já deu presidente da república (ao contrário do vizinho Pará), continuando a piorar.

São cenas do projeto da TV Globo de depoimentos de brasileiros de todos os quadrantes deste imenso Brasil sobre o país que eles querem - e que não é o país no qual vivem.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lúcio Flávio Pinto

O réquiem do STF

O réquiem do STF

A sessão de ontem foi uma das mais lamentáveis e tristes da história do Supremo Tribunal Federal.

Sinais de intranquilidade

Sinais de intranquilidade

Grande parte da instabilidade que o país vive atualmente decorre de iniciativas do próprio Bolsonaro e dos seus filhos

Chico Mendes: 30 anos do assassinato do líder seringueiro

Chico Mendes: 30 anos do assassinato do líder seringueiro

Chico Mendes está sendo lembrado no mundo inteiro pelos 30 anos do seu assassinato.

Quantos pagaram, quantos ainda devem?  Por Lúcio Flávio Pinto

Quantos pagaram, quantos ainda devem? Por Lúcio Flávio Pinto

A Operação Lava-Jato caminha para o seu quinto ano sem ter alcançado uma das principais fontes de desvio de dinheiro público para bolsos particulares