Porto Velho (RO) quarta-feira, 25 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Lúcio Flávio Pinto

Pará, campeão do desnatamento


 
LÚCIO FLÁVIO PINTO
Em Belém

Dos 70 quilômetros quadrados (7 mil hectares) que foram desmatados na Amazônia no mês passado, 65% aconteceram no Pará, ou 4,5 km2 (4,5 mil hectares). Dos dez municípios amazônicos em estado crítico quanto a desmatamento, oito se situam no Pará. Ficam no Estado todos os cinco municípios com mais desmatamento. Pela ordem de destruição: Alenquer, Altamira, Senador José Porfírio, Óbidos e Ulianópolis. Do 7º ao 9º lugar, Anapu, Prainha e Uruará.Pará, campeão do desnatamento - Gente de Opinião

Também se localizam em território paraense quatro das oito unidades de conservação mais desmatadas, três das oito terras indígenas e todos os nove assentamentos rurais. De agosto de 2010 a janeiro de 2017, o desmatamento atingiu 388 km2 (3.840 hectares) no Pará.

Em apenas seis meses, entre agosto de 2017 e janeiro deste ano, foram 330 km2 (3.300 hectares). No total, num período que coincidiu quase todo com os dois (des)governos de Simão Jatene, o Pará, campeão do desmatamento, perdeu quase 7.200 hectares - sete vezes a área do município de Belém.

Os dados, do Sistema de Alerta de Desmatamento do Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia) foram divulgados hoje. É o desnudamento da propaganda, que tenta criar a imagem do governo Jatene como defensor do meio ambiente. Na verdade, retóricas à parte, tem sido cúmplice da destruição da natureza.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lúcio Flávio Pinto

A queimada da Volks

A queimada da Volks

Belém (PA)Hoje, 35 anos depois do incêndio recorde da Volks (que nunca mais voltou a pensar em montar bois), a alteração se aproxima de 20% da superfí

O réquiem do STF

O réquiem do STF

A sessão de ontem foi uma das mais lamentáveis e tristes da história do Supremo Tribunal Federal.

Sinais de intranquilidade

Sinais de intranquilidade

Grande parte da instabilidade que o país vive atualmente decorre de iniciativas do próprio Bolsonaro e dos seus filhos

Chico Mendes: 30 anos do assassinato do líder seringueiro

Chico Mendes: 30 anos do assassinato do líder seringueiro

Chico Mendes está sendo lembrado no mundo inteiro pelos 30 anos do seu assassinato.