Porto Velho (RO) sexta-feira, 5 de junho de 2020
×
Gente de Opinião

Lúcio Flávio Pinto

Memória: a suspensão do empréstimo do Banco Mundial


 Memória: a suspensão do empréstimo do Banco Mundial - Gente de Opinião

Ariquemes, durante a fase de colonização no final dos anos 1970 /Foto Marcos Santilli



LÚCIO FLÁVIO PINTO
Editor do Jornal Pessoal


 

Em abril de 1990 o Banco Mundial decidiu suspender, por seis meses, um  empréstimo de 220 milhões de dólares destinado ao Projeto de Manejo dos Recursos Naturais de Rondônia, uma das bases de apoio ao programa Panafloro, destinado à reforma ambiental de Rondônia e Mato Grosso. A causa do adiamento foi uma carta pessoal do secretário nacional de meio ambiente do Brasil, José Lutzenberger, ao presidente do BIRD, Barber Conable, pedindo que antes as organizações não governamentais fossem consultadas.
 

O Panafloro começou a ser elaborado em 1986. Seu objetivo era reorientar a ocupação desordenada de Rondônia, que, em duas décadas, destruiu 42 mil quilômetros quadrados de floresta (17% do Estado) e provocou o inchamento da periferia de Porto Velho. Baseado em um zoneamento agroecológico, o projeto previa a divisão do Estado em seis zonas: duas para desenvolvimento agrícola, três para extrativismo e preservação florestal e uma para reservas indígenas.
 

Das 17 áreas indígenas criadas em Rondônia como condição imposta pelo Banco Mundial para financiar o Polonoroeste, 10 anos antes, 10 ainda não haviam sido regularizadas quando o BIRD decidiu suspender a votação do novo empréstimo.

Originalmente publicada na edição nº 566 do JP, na primeira quinzena de agosto de 2014.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lúcio Flávio Pinto

A queimada da Volks

A queimada da Volks

Belém (PA)Hoje, 35 anos depois do incêndio recorde da Volks (que nunca mais voltou a pensar em montar bois), a alteração se aproxima de 20% da superfí

O réquiem do STF

O réquiem do STF

A sessão de ontem foi uma das mais lamentáveis e tristes da história do Supremo Tribunal Federal.

Sinais de intranquilidade

Sinais de intranquilidade

Grande parte da instabilidade que o país vive atualmente decorre de iniciativas do próprio Bolsonaro e dos seus filhos

Chico Mendes: 30 anos do assassinato do líder seringueiro

Chico Mendes: 30 anos do assassinato do líder seringueiro

Chico Mendes está sendo lembrado no mundo inteiro pelos 30 anos do seu assassinato.