Porto Velho (RO) terça-feira, 24 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Lúcio Flávio Pinto

A Sarneylândia e as oligarquias


A Sarneylândia e as oligarquias - Gente de Opinião

LÚCIO FLÁVIO PINTO
Editor do Jornal Pessoal, colunista do Yahoo e colaborador de Amazônias

É evidente a insensibilidade, a incompetência e até mesmo a conivência do governo de Roseana Sarney com os miasmas que afligem o seu Estado. Dela e do pai. Ambos levitam em outro planeta, não no Maranhão. A imprensa flagrou concorrência pública de um milhão de reais do governo para a compra de comidas e bebidas finas para o Palácio dos Leões e suas extensões ao longo deste ano. Incluindo lagosta e camarão, mas também um suspeito “refrigerante rosado”, contendo “água gaseificada, açúcar e extrato de guaraná”, que outro não é senão o refrigerante Jesus, único no Brasil, por sua singularidade, descrita no edital, e gosto extravagante. Ação entre amigos, até na cozinha palaciana?
 

Não há uma relação de causa e efeito entre o domínio autocrático da família Sarney sobre a política maranhense e todos os acontecimentos ruins e as marcas negativas que o Estado exibe. Não há dúvida, porém, que a manutenção dessa estrutura nociva, ao longo de tantos anos, deve ser creditada ao clã liderado pelo eterno senador.
 

Leia o texto completo

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lúcio Flávio Pinto

Mineradora canadense perde outra vez

Mineradora canadense perde outra vez

A mineradora canadense Belo Sun continuará impedida legalmente de implantar uma grande mina de ouro a céu aberto na Volta Grande do Xingu, em Altamira

MEMÓRIA AMAZÔNICA - O repórter Lúcio Flávio na Terra Gavião

MEMÓRIA AMAZÔNICA - O repórter Lúcio Flávio na Terra Gavião

A foto é de 1976. Estou na aldeia dos índios gavião, na atual BR-222 (era PA-70), a 30 quilômetros de Marabá. Tinha então 26 anos e era correspondente

O general e a tortura

O general e a tortura

No dia 19 de outubro de 2011, ao tomar posse no cargo de ministro do Superior Tribunal Militar, o general de exército Luis Carlos Gomes Mattos declaro

Levar energia elétrica a Roraima ainda é um desafio

Levar energia elétrica a Roraima ainda é um desafio

A Eletronorte vai incorporar à sua concessão federal – para o fornecimento de energia em Roraima – os bens e as instalações da Interligação Elétrica B