Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Lucio Albuquerque

Espaço Alternativo: Som ultra-alto e urina em todo lado


Espaço Alternativo: Som ultra-alto e urina em todo lado - Gente de Opinião

A responsabilidade da obra é do DER. A gerência seria da Prefeitura. E enquanto o primeiro continua sem concluir a parte que lhe tocou, o segundo, pelo visto, ainda nem apareceu no Espaço Alternativo, onde a bagunça, a desordem e a omissão da responsabilidade pública no “cartão postal” da capital é mais que notória, só não vê quem tem o dever de zelar por aquele patrimônio.

O aposentado Luiz Cavalcanti opina: “A bagunça desorganizada no tal Espaço, com invasão de camelôs de vários segmentos, falta de banheiros e outras desgraças, começou "no começo" das atividades após reforma. Típico de quem constrói sem responsabilidade nem respeito para com o contribuinte. O que se seguiu é somente a continuação da irresponsabilidade que parece ser nata aos nossos administradores públicos”.     

A desordem acaba afetando até quem pretende fazer um “book” fotográfico de 15 anos, casamento ou gestação. Uma mulher contava sábado passado ter desistido de fazer o da filha de 15 anos porque o fotógrafo tentou várias vezes, mas ciclistas passando pela ponte e cachorros atrapalhando não deixaram.

À noite, especialmente nos finais de semana, o ambiente fica pesado, porque além da bebida correr solta e a turma do narguilé, carros estacionam e impõem cada um o som mais pesado, o que causa revolta aos frequentadores porque, como disse Mário Jorge Soares, “O som é tão alto que muitas vezes nem dá pra gente ouvir os próprios pensamentos”.

O que deixa muita gente sem entender qual o motivo de não haver coibição da barulheira. Ainda recentemente num conhecido restaurante portovelhense, quando perguntado a razão de terem suprimido o som ambiente, a resposta foi que a Polícia Ambiental foi lá e proibiu alegando reclamação de uma vizinha. Apenas para dar exemplo: Em Guajará-Mirim, a capital  musical rondoniense, a apreensão de instrumentos musicais sob alegação de perturbar a lei também já se tornou comum, tão comum que agora a “Pérola do Mamoré” também ganhou mais um identificar, “ex-capital rondoniense da música”. E nem adianta ir reclamar ao bispo.

“Quando a gente quer realizar um evento e colocar um som, temos de pedir licença ambiental, somos fiscalizados, etc. Mas a Polícia Ambiental e a fiscalização municipal nem parece saberem o que está acontecendo no “Espaço”, reclama um músico.

Com quase 100, ou mais, bancas, barracas, brinquedotecas etc e tal, e mais de 10 mil pessoas circulando e consumindo, se alguém precisar urinar, o jeito é improvisar, como comentou ontem o jornalista Zé Katraka: “No Espaço Alternativo não existe nenhuma espécie de sanitários, nem mesmo os chamados BANHEIROS QUÍMICOS e as pessoas quando precisam fazer suas necessidades fisiológicas em especial urinar ou como é mais popular MIJAR têm que se embrenhar na mata da área da Infra Aéreo ou será da Aeronáutica, correndo o risco de ser atacada por uma fera, e até por cobra”.

A “Lei” ali é a da desordem e da anomia total. Barraqueiros e outros ocupam qualquer espaço e danem-se os que pretendem usar o mesmo local seja para caminhar ou que tenham chegado antes e se instalado. Ainda recentemente um show a ser apresentado por conhecido compositor/cantor portovelhense não aconteceu porque um ambulante, que se dizia “dono” do espaço, chegou depois e destruiu o equipamento musical.

(Voltarei ao assunto)

PRESENTES

Com o eterno apelo faturativo do comércio esta é a “semana das Mães”. Tudo Bem e não há como contestar que a Mãe merece todo o presente do mundo, mas dois são fundamentais, como dizia dona Zélia – que Deus já levou há 42 anos: Carinho e Respeito. Tem uma música de Fernando Mendes que a letra diz assim: “Que adianta ir a igreja e fazer tudo errado...”. Se você não honra sua mãe então é melhor guardar o dinheiro do presente, porque carinho e respeito não se compra em nenhuma prateleira de shopping.

EUA

Pelo que ouvi n noticiário estes dias, o crescimento do número de empregos nos Estados Unidos foi bem alto, apesar do Governo tropeçar muitas vezes. E aí, o que nossos ideólogos críticos dos EUA têm a dizer?

Inté outro dia, se Deus quiser!

jlucioalbuquerque@gmail.com

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lucio Albuquerque

Sinjor abre Roda de Conversa com reflexão sobre 2018

Sinjor abre Roda de Conversa com reflexão sobre 2018

Com participação de mais de 50 pessoas, e transmissão ao vivo no facebook do site rondoniadagente.com.br, o Sindicato de Jornalistas de Rondônia, Sinj

Três fatos no comentário

Três fatos no comentário

         APOIO AO PAPA - A Rádio Caiari, creio que toda rede católica de rádio esteja fazendo o mesmo, está com uma campanha de apoio ao papa Francisc

Orquestra inicia temporada com apresentação no "Cosme e Damião"

Orquestra inicia temporada com apresentação no "Cosme e Damião"

A Orquestra "Villa \|lobos" de Porto Velho, com apoio do Sicoob, inicia hoje, às 10 horas, com apresentação  especial a crianças e funcionários do hos

Aos 83 anos, faleceu o acadêmico Cláudio Feitosa

Aos 83 anos, faleceu o acadêmico Cláudio Feitosa

Faleceu na noite de ontem, dia 2 de outubro, o escritor Cláudio Batista Feitosa, membro da Academia de Letras de Rondônia, onde ocupa a cadeira número