Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Lucio Albuquerque

CONTA GOTAS 19/01


TRÂNSITO

A Semusa está assinando uma faixa colocada em vários locais de Porto Velho chamando a população a participar de um trânsito mais humano. Pois é: se alguém espera que um processo de educação, especialmente num segmento como o trânsito, vai ser feito apenas com meia dúzia de faixas pode estar contando piada.

 

EDUCAÇÃO

Num processo educativo é preciso que haja maior envolvimento que meia dúzia de faixas com tanto texto e tantos símbolos que mais parece que não querem que sejam lidas.  Que tal começar pela prefeitura mandando pintar as faixas de pedestres, as indicações das ruas e iniciar um trabalho educativo em escolas, associações, igrejas e outras entidades? E de forma continuada, inclusive com os motoristas da prefeitura.

 

PODER PÚBLICO

Neste caso mais uma vez o Poder Público busca transferir responsabilidade para o cidadão e a sociedade. Toda pessoa que paga IPVA ou licenciamento de veículo deixa lá uma grana, dentre a qual está a prevista para educação e outras medidas ligadas ao trânsito. Mas na hora do "vamos ver" aparece só aquela faixinha.

 

REPERCUSSÃO

O encontro dos deputados estaduais eleitos na Escola do Legislativo, quarta-feira, repercutiu bem. Além dos que participaram, nove, outros mais dos novos parlamentares têm procurado a Escola para conhecer melhor seu funcionamento e da própria Assembléia.

 

ROMÁRIO

Dá pena: com quase 40 anos o melhor jogador da Copa de 94 quer alcançar a marca de mil gols, nem que seja contra times sem expressão que, em nada, apenas servirão como número na contagem de gols, se ele os marcar até porque muita gente não vai querer lembrar o Romário de agora, muito melhor será recordar da Copa de 94.

 

MATRÍCULAS

Ainda restam vagas para o curso de Interpretação de Textos a ser aplicado ainda este mês pela Escola do Legislativo. Informações pelo 3216-2849.

 

PROJETOS

Sugestões aos novos deputados estaduais: fazer um projeto de lei que proíba venda de bebida alcoólica nos bares, restaurantes e botecos de beira de estradas. Outro, transformar a milhagem em passagens pagas pelo erário público em disponibilidade para quem paga – e não para quem as usa.

 

CONTRIBUIÇÃO

Caso isso aconteça as milhagens bem que poderiam ser disponibilizadas para representações culturais e esportivas que sempre têm muita dificuldade para poder fazer apresentações ou para estarem presentes a competições esportivas nacionais.

 

Inté outro dia, se Deus quiser!


Lúcio Albuquerque

jotalucio@bol.com.br

nmarielle@terra.com.br

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lucio Albuquerque

QUE BRASIL AQUELES “ENTREVISTADORES” QUEREM? Por Lúcio Albuquerque

QUE BRASIL AQUELES “ENTREVISTADORES” QUEREM? Por Lúcio Albuquerque

Não é preciso entender muito de jornalismo e de técnica de entrevistas para saber quando alguém, jornalista ou travestido como tal...

FALANDO DE ESPORTES - Por Lúcio Albuquerque

FALANDO DE ESPORTES - Por Lúcio Albuquerque

Lúcio Albuquerque, repórterjlucioalbuquerque@gmail.comVASCONCELOSO mundo da Televisão trouxe a figura do colombiano Higuita, que na seleção de seu paí

JORNALISMO BRASILEIRO PERDEU UM ÍCONE ONTEM

LÚCIO OPINALúcio Albuquerque, repórterjlucioalbuquerque@gmail.comSe já estava ruim de grandes nomes, o jornalismo brasileiro9 perdeu ontem um de seus