Porto Velho (RO) quarta-feira, 15 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Lucio Albuquerque

CONTA GOTAS 01/04


A CULPA É DO MORDOMO

"Elementar, meu caro Watson". A frase do famoso detetive da literatura inglesa pode ser aplicada agora quando o deputado federal do PTB pernambucano José Múcio, líder do Governo na Câmara, saiu-se a afirmação feita em rede nacional de televisão de que a CPI do Apagão Aéreo não tem mais razão de ser porque o problema central foi identificado e está em fase de solucionática.

Pior que o líder do Governo joga toda culpa do Apagão aos que menos têm culpa, justamente os controladores de vôo, ao afirmar serem eles o centro do problema, na clara busca de botar para debaixo do tapete o caos que está instalado no setor e do que dependem milhões de vidas todos os anos no vai-e-vem dos nossos aeroportos.

Ganha, o deputado nordestino, o título de Cara de Pau do Ano, enquanto procura expor profissionais treinados e responsáveis à execração pública, ficando, a TV que apresentou a entrevista, devendo ao público a posição da liderança da classe dos controladores, sobre a malfadada frase do depufede chapa branca.

No tempo da redentora Stanislaw Ponte Preta publicou um livro intitulado Febeapá e com certeza frase como essa do representante pernambucano teria lugar de honra naquela publicação que, agora, para os interessados, está sendo re-editada.

Na leitura da frase do líder do Governo com certeza não há qualquer dúvida, como no caso do detetive da literatura inglesa, a culpa é sempre do mordomo. 

Em tempo: Tomei emprestadas citações.

Solucionática – Marketing pessoal do atacante Dada Maravilha, seleção brasileira/1970.

Depufede – De Stanislaw Ponte Preta, neologismo para juntar deputado e federal.

Redentora – Como alguns chamavam o movimento militar de 1964 (ou foi quartelada, golpe ou revolução?)

Febeapá – Festival de Besteira que Assola o País, livro de Stanislaw que a cada dia é mais enriquecido no besteirol chapa branca. 

HISTÓRIA

Sábado, 31, fez 43 anos da derrubada, pelos militares, do presidente João Goulart. Muita gente nem gosta de lembrar, alguns até sem nem mesmo terem argumento para se explicar.

ESPAÇO

Na Escola do Legislativo, ao lado da satisfação pela casa cheia durante a 2ª sessão do Fórum Rondônia, começa o planejamento para oferecer mais espaço aos participantes na próxima sessão, marcada para dia 26, quando o tema deverá ser Integração Regional e o expositor proposto o ex-deputado federal Miguel de Souza.

VIOLÊNCIA

O Estado precisa dar uma resposta urgente à questão da violência em Rondônia. Apenas para lembrar: no início dos anos 1980 quando a pistolagem tomava conta de tudo, como claramente está acontecendo agora, o governador Jorge Teixeira assumiu a responsabilidade de promover o combate duro. E quando falo o "Estado" não me refiro apenas ao Governo, mas às instituições responsáveis pela instituição maior, o próprio Estado – incluindo aí entidades que, via de regra, só aparecem no caso quando há revolta de presos.

PASSE LIVRE

Vejo por aí pichações sobre passe livre para estudantes no transporte coletivo. É bom que antes de aparecer os eternos defensores de tudo que é proposta apenas porque estão de olho nos votos da próxima eleição, pois é, antes disso, é bom que se defina quem vai pagar a conta.

Inté outro dia, se Deus quiser!

Fonte:
Lúcio Albuquerque
jlucioalbuquerque@gmail.com

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Lucio Albuquerque

QUE BRASIL AQUELES “ENTREVISTADORES” QUEREM? Por Lúcio Albuquerque

QUE BRASIL AQUELES “ENTREVISTADORES” QUEREM? Por Lúcio Albuquerque

Não é preciso entender muito de jornalismo e de técnica de entrevistas para saber quando alguém, jornalista ou travestido como tal...

FALANDO DE ESPORTES - Por Lúcio Albuquerque

FALANDO DE ESPORTES - Por Lúcio Albuquerque

Lúcio Albuquerque, repórterjlucioalbuquerque@gmail.comVASCONCELOSO mundo da Televisão trouxe a figura do colombiano Higuita, que na seleção de seu paí

JORNALISMO BRASILEIRO PERDEU UM ÍCONE ONTEM

LÚCIO OPINALúcio Albuquerque, repórterjlucioalbuquerque@gmail.comSe já estava ruim de grandes nomes, o jornalismo brasileiro9 perdeu ontem um de seus