Porto Velho (RO) sexta-feira, 20 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

José Carlos Sá

Restauração do complexo da EFMM está quase concluída


 Restauração do complexo da EFMM está quase concluída - Gente de Opinião



A prefeitura de Porto Velho está prestes a concluir a primeira fase das obras de restauração do complexo da lendária Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM). O anúncio foi feito pelo secretário municipal de desenvolvimento socioeconômico e turismo, José Carlos Gadelha, responsável pelo projeto. “A data de reinauguração será marcada pelo prefeito Roberto Sobrinho”, para ser comemorada em grande estilo, disse.

Gadelha salienta que já foram investidos R$ 12 milhões na obra, recursos oriundos do Ministério do Turismo, do próprio município e das compensações pela construção das hidrelétricas de Santo Antônio. “Já restauramos os dois galpões, o anfiteatro, o pátio, o calçadão que sai da Rua Dom Pedro II até a Rua 13 de Maio, e também construímos cinco quiosques para os ambulantes que trabalhavam em barracas às margens do rio Madeira”, afirmou.

Ainda está em obra, a estação ferroviária, o plano inclinado (agora denominado de conforto público), onde serão instalados dois banheiros masculinos e dois femininos e o Dec, uma espécie de mirante. Gadelha garante que a estação e o plano inclinado ficam prontos agora em outubro. “O Dec começou a ser construído em setembro e levará alguns dias para terminar”, acrescentou.


Segunda fase

O secretário também anunciou que até o próximo mês de novembro será assinada a Ordem de Serviço para a segunda fase dos trabalhos. Essa etapa vai contemplar a reforma do galpão situado em frente à Vila Ferroviária, três locomotivas e a rotunda (girador de locomotivas). O projeto ainda prevê a construção do museu da EFMM, a compra de três carros de passageiros, construção de oficinas e restauração do pátio.

Ainda nessa segunda fase, será restaurada a igreja de Santo Antônio, na comunidade do mesmo nome, e no pátio da igreja será construída uma estação ferroviária. “Queremos retomar os passeios de trem até a comunidade de Santo Antônio, uma forma de incentivar o turismo na capital”, afirma José Gadelha. A previsão do investimento é de mais R$ 20 milhões.

Museu de território

José Gadelha afirma que o projeto da prefeitura é criar o Museu de Território Amazônia Madeira Mamoré, que vai englobar o complexo ferroviário da capital e toda estrutura a ser criada no entorno da igreja de Santo Antônio, além do sítio arqueológico daquela comunidade. “Nesse sítio arqueológico foi onde começou a cidade de Porto Velho. Ele vai contar a nossa história e como ocorreu a ocupação da Amazônia. Será o 1º museu de território da região Norte”, destacou.

Museu de Território, segundo Gadelha, é um conceito novo, criado para valorizar a história de forma mais abrangente, não é apenas um local cheio de objetos antigos.

Fonte: Augusto José
Foto: Medeiros

 


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre José Carlos Sá

Turismo ampliado

Turismo ampliado

Previsto para entrar em funcionamento no próximo dia 9, domingo, o passeio na antiga litorina da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, vai ampliar as opçõe

Um partido envelhecido precocemente

Um partido envelhecido precocemente

Uma matéria do jornalista Eduardo Militão, da sucursal de Brasília da UOL descreve o desgaste interno e externo do partido MDB

Bebendo veneno

Bebendo veneno

Ministério da Agricultura liberou mais 31 novos agrotóxicos

A tristeza da miséria humana

A tristeza da miséria humana

Efeitos deletérios da tragédia de Brumadinho