Porto Velho (RO) domingo, 19 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

José Carlos Sá

Civil de coturno - Por José Carlos Sá


Civil de coturno - Por José Carlos Sá - Gente de Opinião

Blog Banzeiros - Depois de anunciar apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro, o candidato a governador de Rondônia adotou o vocabulário castrense. Assistindo/ouvindo a um dos programas de tevê do candidato, notei o que ele utilizou várias palavras que lembram o vocabulário dos quartéis: “(…) Começa agora uma nova batalha. Sempre fui e sempre serei um soldado de Rondônia. Rondônia é o meu país, a minha luta é pelos rondonienses (…); Cada um que votou em mim, tenho certeza, forma o meu exército de aliados. Um exército que vai lutar para gente conquistar ainda mais votos nesse segundo turno (…)”.

Como diria o saudoso Sérgio Mello, “será, gente?”

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre José Carlos Sá

Bebendo veneno

Bebendo veneno

Ministério da Agricultura liberou mais 31 novos agrotóxicos

A tristeza da miséria humana

A tristeza da miséria humana

Efeitos deletérios da tragédia de Brumadinho

Os Alfarrábios do Hokney

Os Alfarrábios do Hokney

Tive o privilégio de folhear os originais do livro que possivelmente se chamará “Porto Velho – De Pimentel a Valadares”. A pesquisa vem feita há anos

Gente que chega, gente que sai

Gente que chega, gente que sai

De fevereiro de 2015 a 14 de dezembro de 2018, a jornalista Marcela Ximenes trabalhou na edição de conteúdo da Superintendência de Comunicação (quando