Porto Velho (RO) sábado, 24 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

José Carlos Sá

Banzeiros 11/08/07


Onde se comenta o que foi e o que não foi notícia

EFMM

O escritor Francisco Matias contou ontem uma conversa dele com o senhor Dionísio Shockness. Dionísio teria perguntado a Matias: "E o 1° de agosto, Matias?" Passou batido. 1º de agosto de 1912 foi a inauguração da EFMM. Falando nisto, Francisco Matias está apresentando diariamente o programa "Debate Rondônia", 6hs30 às 7hs30, na Rádio Transamazônica FM, 105,9MZ. O dia começa quente.

++++
TORTURA

Foi também o Francisco Matias, no mesmo programa referido acima, que cantou a pedra. Ele disse que bem em frente à barraca que abrigava o professor que fazia greve de fome, na porta da Assembléia, o Sintero montou uma barrca de apoio aos grevistas, onde havia sanduíches, pipoca e churrasquinho. Assim não há faquir que resista. Resultado, o professor passou mal por volta das 15 horas de ontem e foi internado em um hospital. O Tratado de Genebra condena a tortura como crime hediondo.

+++++
FURNAS

A Coordenadoria de Responsabilidade Social de Furnas abriu inscrições para o programa inédito, "Incubadora Furnas Sociocultural", que vai apoiar dez novos talentos das artes plásticas, seis de comunidades de periferia e quatro de universidades públicas e dez projetos de ONGs, cooperativas ou empresas culturais. Além de aporte financeiro  para produção e cursos específicos durante um ano, receberão incentivo para acessar o mercado da arte. O projeto piloto será no Rio de Janeiro, depois da avaliação, a Incubadora poderá expandir para outros estados. 

++++
MANCHETE

Quando passa batido para a e-coluna, o leitor não perdoa. N. F. L. enviou a seguinte mensagem: "Até outro dia, vangloriarávamos de que Rondônia estava livre da aftosa, aí vejo a manchete do Estadão do Norte: 'Aftosa ajudará pecuária de RO' Num entendo nada mais". Vá lá saber... 

++++
FEIO NA FOTO

Uma pesquisa realizada por encomenda da Câmara dos Deputados sobre a participação das organizações não-governamentais (ONGs) na administração pública, apurou  que a maioria  das pessoas as considera "não confiáveis". A pesquisa perguntava se as empresas que estimulam ONGs devem ter preferência nas licitações, como prevê proposta em tramitação. Apenas 15% apoiaram a medida, dizendo que as ONGs preenchem espaço que o Estado deve ocupar. Nada menos do que 83% dos entrevistados disseram que não, pois nem toda ONG é honesta ou efetua bem seu trabalho. Os 3% restantes não opinaram.

++++
CANA

Deu no ex-blog do César Maia: "Enquanto o ministro da Saúde convoca para a abertura de uma campanha contra o consumo de álcool, Lula diz na Jamaica: - No dia em que o mundo experimentar uma boa cachaça brasileira, o uísque vai perder mercado". Meu garoto!

++++
BANZEIRANDO

No lançamento do livro "Enganos da Nossa História", de Antônio Cândido de Oliveira, na noite de ontem, tive a honra e o prazer de fazer parte de uma mesa que teve o espírito desta e-coluna: "se comentou o que foi e o que não foi notícia". Passaram por lá os jornalistas Antônio Alves, Fred Perillo, Léo Ladeia, Luciana Oliveira, Júlio Aires, Yodon Guedes, além dos escritores Luiz Carlos Albuquerque, Francisco Matias e Matias Mendes. As orelhas de meia cidade arderam...

++++
BUTANTÃ

A mesa chegou a ser chamada de "Butantã",  não por ser formada por "cobras", mas pelo veneno destilado. É brincadeira?

++++
BRINCADEIRA

Segunda-feira informarei o resultado da pesquisa sobre a mudança do nome da coluna ou não.

++++
COMO FICA?

Antecipando o Apocalipse, que o MAB e outros grupos contrários à construção das hidrelétricas do rio Madeira anunciam, os pescadores e comerciantes da vila de Teotônio serão os prejudicados com a proibição da pesca acima e abaixo da cachoeira, num trecho determinado. A proibição visa evitar acidentes com mortes, como ocorrem todos os anos nesta época. Acontece que 70% da população trabalham na pesca e os restantes 30% em pequenos comércios também relacionados à pesca: bares e restaurante que oferecem peixe como tira-gosto ou prato principal; equipamentos de pesca e etc. Qual a alternativa foi oferecida a esse povo? Haverá uma indenização ou ajuda?

++++
COMO FICA?

É o que sempre falo aqui. Os releases são publicados e as conseqüências não são analisadas. Não ouvi ou li nenhuma matéria com os pescadores do Teotônio. Para falar mal das hidrelétricas, pagam até a diária para que o pescador venha a Porto Velho dar entrevista.

++++
PRESENTE

O Afonso foi quem lembrou de uma coisa: presentes que caíram em desuso. Nesse corre-corre para compras de última hora do presente para o dia dos pais, garanto que ninguém vai procurar (e nem vai achar) cinzeiros para dar de presente. Antigamente tinham aqueles cinzeiros que eram verdadeiras obras de arte, em aço, em cristal, madeira e etc. Felizmente esse tempo já era.

++++
MUDANÇA

O setor industrial madeireiro em busca de mudar  junto à opinião pública a imagem de "bandido", rótulo que foi colado com Araldite (alguém se lembra o que é?), está profissionalizando o segmento.

++++
MUDANÇA – 2

No dia 14 de agosto acontecerá reunião do Arranjo Produtivo Local (APL) "Madeira e Móveis" na Câmara Setorial da Madeira da Fiero, com a seguinte pauta: 1 - Elaboração do Plano de Desenvolvimento Preliminar - PDP do Arranjo Produtivo Local; 2 - Conclusões da análise efetuada pelos membros do GT no documento: "Projeto Diagnóstico do Setor Florestal Moveleiro de Rondônia em 2007". Depois darei mais detalhes>

++++
TENHO QUE IR AGORA.

sajunior@rondoniagora.com

P.S. A e-coluna foi escrita ao som do programa "Conexão Cordel", na Rádio Cultura FM, com apresentação do Normando Lira.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre José Carlos Sá

Turismo ampliado

Turismo ampliado

Previsto para entrar em funcionamento no próximo dia 9, domingo, o passeio na antiga litorina da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, vai ampliar as opçõe

Um partido envelhecido precocemente

Um partido envelhecido precocemente

Uma matéria do jornalista Eduardo Militão, da sucursal de Brasília da UOL descreve o desgaste interno e externo do partido MDB

Bebendo veneno

Bebendo veneno

Ministério da Agricultura liberou mais 31 novos agrotóxicos

A tristeza da miséria humana

A tristeza da miséria humana

Efeitos deletérios da tragédia de Brumadinho